Mecanização agrícola

Mecanização agrícola: entenda a importância desse aprimoramento para o agronegócio global

Existem diversos fatores que fazem com que o agronegócio seja um setor da economia muito bem fundamentado e estruturado, mas você sabe o que deu início nessa estruturação toda? Pode-se afirmar, de acordo com estudiosos, que foi a mecanização agrícola que fez com que o agronegócio se estabelecesse no mercado mundial.

Se você é produtor ou um entusiasta do setor, continue a leitura. Neste artigo, iremos contar um pouco de como a mecanização agrícola surgiu, como foi seu crescimento e as dificuldades desse processo. Além do mais, falaremos sobre suas principais características, benefícios de uma produção mecanizada e as suas tendências mundiais.

A história da mecanização agrícola

Até pouco tempo atrás, no século XVIII, a agricultura ainda era munida de ferramentas rudimentares. Entretanto, por conta da demanda crescente de alimentos para a população, surgia a necessidade de melhorias no campo.

Para tal objetivo ser alcançado, pouco a pouco a mão de obra humana foi somada às forças motorizadas. Isso aconteceu durante o período histórico da Revolução Industrial.

Então, foi a partir da Revolução Industrial, as máquinas ocuparam um papel cada vez mais relevante no campo, fazendo com que o trabalho rural agropecuário sofresse mudanças com a mecanização.

Uso de maquinário na produção

O uso do maquinário para a semeadura e para a colheita, por exemplo, permitiu tanto a ampliação da produção agrícola quanto para a pecuária. 

As primeiras colheitadeiras a vapor surgiram por volta de 1850 e colhiam cerca de 12 hectares de trigo em um dia. Além disso, também realizavam o ensacamento do grão. Após 30 anos, deu-se início à produção dessas colhedoras em escala comercial.

Já em 1892 aconteceu um dos pontos mais importantes da mecanização. Foi nessa época que Froelich criou o primeiro trator movido a combustão interna. Com esse equipamento, também era possível alimentar uma máquina debulhadora, que chegou a realizar o processamento de até 72.000 sacas de grãos em 52 dias!

Hoje, após Froelich, John Deere, Henry Ford e Ferguson terem as aprimorado, as máquinas agrícolas modernas possuem alto desempenho e um grande nível de automação, ou seja, é preciso muito menos intervenção humana do que antigamente para escalar a produção. Tudo isso por conta da tecnologia que foi empregada no decorrer dos anos.

Quais as características da agricultura mecanizada?

Também conhecida como agricultura industrial, a agricultura mecanizada utiliza técnicas de cultivo modernas — até mesmo tecnologias genéticas, como a seleção artificial de genes e a criação de transgênicos.

Na mecanização agrícola, há o predomínio de uma cultura direcionada pela indústria, formando uma cadeia de produção única, em massa e emprego de diversas tecnologias. Isso, por sua vez, traz um aumento na geração de empregos para pessoas especializadas, além de uma grande taxa de consumo interno e exportação de produtos. Dessa forma, a agricultura mecanizada acaba gerando muito mais receita para o produtor rural do que a que não utiliza maquinário.

Muito diferente da agricultura de subsistência, onde o foco é uma pequena produção para sustentar o agricultor e sua família, sem necessariamente considerar o mercado nem implementar muita tecnologia.

Um ponto negativo da agricultura mecanizada, entretanto, é acabar influenciando negativamente a vida dos trabalhadores sem especialização. Isso fomenta, cada vez mais, o êxodo rural (trabalhadores rurais, sem perspectiva de trabalho, se movendo para grandes centros urbanos em busca de emprego).

Benefícios da mecanização agrícola

A mecanização possui benefícios óbvios para os grandes produtores e trabalhadores com formação, que já mencionamos anteriormente. Porém, existem outras vantagens excelentes a quem implementa a modernização em sua lavoura ou pecuária. Veja, a seguir, os principais benefícios da mecanização agrícola.

Economia de recursos 

Uma pesquisa realizada e divulgada pelo Conselho Nacional do Café afirma que a diferença de custo de produção entre os métodos convencionais (colheita manual) e os mecanizados foi de 26%. Ou seja, pelo método manual, o investimento foi de R$ 350,00 por saca, enquanto o valor foi de R$ 257,00 através do método mecanizado, para produzir a mesma saca.

Também, de acordo com a mesma pesquisa, a maior parte das despesas na produção era relacionada à mão de obra — em torno de 58% mais cara em comparação com a produção que utiliza máquinas. 

Economia de tempo 

O processo de produção requer tempo, e a modernização através da tecnologia no campo proporciona, também, uma diminuição brusca do tempo necessário para cada etapa de produção. Da preparação do solo até a colheita, o uso de máquinas faz com que o trabalho se torne mais ágil. Em grandes produções, as atividades seriam impraticáveis sem o uso da mecanização agrícola.

Um exemplo a ser citado para entendermos a utilidade da mecanização agrícola é a colheita de café. 50 hectares de café em uma propriedade podem ser colhidos em, no máximo, 2 semanas com o auxílio de maquinário agrícola. Se fosse manualmente, entretanto, a mesma área poderia demandar até 2 meses de trabalho.

Além do mais, como os grãos são retirados em menos tempo pelas máquinas, a lavoura tem um tempo maior para crescer novamente. Assim, ela é capaz de gerar uma florada mais uniforme e intensa, o que aumenta a produtividade para a próxima safra.

Controle de qualidade 

A mecanização agrícola é capaz de garantir maior qualidade dos produtos. Isso acontece porque, além de possibilitar a escala do trabalho, também evita erros humanos. 

Os métodos de colheita, por exemplo, impactam diretamente na integridade e na higiene dos produtos colhidos. Sendo assim, a etapa de produção, ao ser mecanizada, pode evitar que o produto entre em contato com a terra e com mãos humanas, o que poderia comprometer a sua qualidade e causar desperdício.

Tendências da mecanização agrícola

Todos que participam do agronegócio buscam sempre uma melhoria nas tecnologias que implementam em suas propriedades. Isso é feito de modo a garantir maior sustentabilidade, rentabilidade e produtividade à sua atividade rural. 

Foi por isso, portanto, que reunimos as principais tendências da mecanização agrícola. Confira a seguir e não fique de fora dessas importantes mudanças da produção no campo!

Agricultura de precisão

Com a agricultura de precisão, é possível realizar um mapa da produtividade orientado através de satélites. Através dos dados coletados por sensoriamento remoto, o produtor consegue monitorar melhor a produção, além de identificar com mais facilidade os momentos de aplicar fertilizantes e defensivos para controle de pragas em quantidade necessária para aumentar sua eficiência.

Máquinas autônomas 

As chamadas máquinas autônomas podem ser acompanhadas através de GPS e ser pilotadas automaticamente através da conexão à internet. Além disso, elas podem percorrer trajetos predeterminados com o mínimo de intervenção humana. Sendo assim, conseguem percorrer uma área de forma muito mais precisa e podem trabalhar por muito mais tempo do que se fossem operados por um humano. 

Drones 

Os drones são veículos não tripulados, capazes de percorrer longas distâncias e captar imagens aéreas do terreno. Além disso, também existem os drones de pulverização que ajudam na fertilização e defesa contra pragas da lavoura.

Ao decidir por utilizar qualquer um desses mecanismos, sempre busque a ajuda de um consultor agrônomo para implementá-los eficientemente na sua produção.

Se você nos acompanhou até aqui, nesta leitura, com certeza pode perceber a importância que a mecanização agrícola teve e continua tendo para o agronegócio. Assim como outras áreas no mundo, a agricultura também tem evoluído através do desenvolvimento de novas tecnologias e otimização do trabalho no campo.
Se você gostou desse artigo sobre a mecanização agrícola, irá apreciar também a leitura sobre uma máquina extremamente útil para qualquer produtor que gostaria de potencializar sua produção, a ensiladeira.

Quer receber mais conteúdos como esse gratuitamente?

Cadastre-se para receber os nossos conteúdos por e-mail.

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.
Ops! Captcha inválido, por favor verifique se o captcha está correto.

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.