Boi 777: conheça a técnica avançada de criação de bovinos de corte

Boi 777: conheça a técnica avançada de criação de bovinos de corte

Boi 777: conheça a técnica avançada de criação de bovinos de corte

Sâmila Delprete | Tecnologia no Campo

Assim como a agricultura, a pecuária está se modernizando. O desafio mundial de produção de alimentos, exige que se produza cada vez mais sem aumentar a área para tal fim. O Boi 777 pode ser considerado parte da pecuária de precisão.

Você vai ver nesse post:

  • O que é Boi 777?
  • Etapas do Boi 777
  • História do Boi 777
  • Vantagens do Boi 777
  • Como aplicar a técnica do Boi 777?

O que é Boi 777?

O Boi 777 foi desenvolvido por pesquisadores da Agência Paulista de Tecnologia dos Agronegócios (APTA), Pólo Regional da Alta Mogiana, e da Secretaria de Agricultura e Abastecimento (SAA) de São Paulo.

        O sistema de produção tradicional brasileiro apresenta média de idade ao abate de 3 anos, ou seja, 36 meses para produzir um boi com 18 arrobas. Com o Boi 777, a idade ao abate é, em média 24 meses, pois busca-se:

  1. Bezerro desmamado com 7 arrobas
  2. Acréscimo de 7 arrobas na recria
  3. Acréscimo de 7 arrobas na terminação.

O Boi 777 é um sistema que possibilita o aumento da produtividade, ou seja, produzir mais e melhor em menor tempo. Quando compara-se o tempo gasto tradicionalmente e o do Boi 777, acelera-se o processo, permitindo um giro e meio no período (36/24 = 1,5), ou seja, a cada dois ciclos do sistema tradicional, pode ocorrer três ciclos do Boi 777.

Etapas do Boi 777

As três etapas do Boi 777 são:

  1. Bezerro: ganho de sete arrobas até os oito meses de idade.
  2. Desmama até a terminação: acréscimo de sete arrobas
  3. Acabamento da carcaça: mais sete arrobas.

Etapa 1: [email protected] iniciais na cria

        Os bezerros devem ser desmamados com média de 210 kg aos 7-8 meses de idade. Para isso ocorrer, deve-se ter animais com boa genética, um sistema com manejo reprodutivo eficiente, sanidade e nutrição adequada para as matrizes, principalmente para as que estiverem em pré-parto.
        Para promover o desenvolvimento rápido e de forma contínua, não somente a genética, mas também pastagens de qualidade, mineralização e suplementação alimentar para as matrizes e crias são fundamentais.

Neste cenário, o sistema de creep-feeding é uma técnica utilizada para suplementar a alimentação dos bezerros desde a primeira semana de vida até o desmame, aumentando o ganho de peso à desmama e favorecendo a formação do rúmen, além de não separá-los da mãe.

Em relação às fêmeas, as vantagens do creep-feeding são melhoria no desempenho reprodutivo das vacas e antecipação da idade ao primeiro parto.

boi 777
Foto: @boyfotografo

Etapa 2: [email protected] médias na recria

Após a etapa de cria, temos o início da fase de recria que é o período mais longo do ciclo da pecuária. Em sistemas convencionais, a duração é de 24 meses, ou seja, 2 anos. Com a técnica do Boi 777, este tempo cai para 10-12 meses, o que torna o ciclo mais rápido e libera áreas para novos animais, o que aumenta o giro da atividade, aumentando a produtividade.

A pasto é relativamente dificultoso promover ganho de peso médio suficiente para atingir as outras [email protected] Para simplificar o manejo nesta fase, corrigir a sazonalidade da produção forrageira e potencializar o desempenho dos animais, a recria deve ser separada em três estações diferentes, que são inverno (época seca), verão (época das águas) e transição águas-seca. Em cada estação deve ser adotada uma estratégia adequada de suplementação.

Etapa 3: [email protected] finais na terminação

As últimas [email protected] serão acrescentadas na fase de engorda e acabamento de carcaça, a terminação. Independente desta fase ser realizada a pasto ou em confinamento, deve ser utilizada uma boa ração, visando viabilizar melhor acabamento de carcaça, boa deposição de gordura e diminuição no tempo de abate.

História do Boi 777

O conceito Boi 777 foi sugerido em 2012 por pesquisadores da Agência Paulista de Tecnologia dos Negócios (APTA), sediada em Colina – SP, com finalidade de maximizar o ganho de peso em todas as fases do desenvolvimento dos bovinos de corte (cria, recria e engorda).

O sistema convencional de pecuária de corte demora três anos para terminar um boi com 18 arrobas. Com a técnica Boi 777, este tempo cai para dois anos, no máximo, com animais pesando pelo menos 21 arrobas.  

Vantagens do Boi 777

As principais vantagens do Boi 777 são sem dúvida a maior eficiência produtiva e econômica no contexto da pecuária de corte e produção de carne/carcaça de melhor qualidade. Além destas, a técnica pode aumentar em até 30% os lucros dos pecuaristas.

Como aplicar a técnica do Boi 777?

Antes de qualquer coisa, deve ser realizado o planejamento da atividade, identificando a situação no momento, avaliando as possíveis estratégias e definindo as metas a serem alcançadas. Assim como definindo as limitações impostas e elaborando o plano de ação.

Cabe ao produtor, juntamente com seu consultor, determinar as metas a serem alcançadas.

Após a elaboração do planejamento, deve se determinar os encarregados pela execução de cada atividade. Treinamentos e qualificações são estratégias valorosas quanto à equipe, pois o sucesso está diretamente atrelado a ela.

Deve-se verificar se o plano de ação está sendo cumprido e se as metas preestabelecidas estão sendo alcançadas. Esta etapa deve ocorrer com frequência e de forma contínua. Desta forma, é importante possuir um sistema de anotações e registros das atividades da propriedade. Isto permite que desvios no plano de ação ou algo que esteja prejudicando o alcance das metas seja rapidamente corrigidos.

O próximo passo é a ação corretiva em si, quando necessária. Esta etapa visa solucionar os problemas identificados na verificação ou decidir se as ações prosseguirão da mesma forma. Depois deste ponto, o ciclo PDCA (planejar, executar, verificar/checar e corrigir) se reinicia.

Os passos descritos são fundamentais, pois passamos a conduzir o negócio (pecuária de corte) como uma empresa, de modo a contribuir com as melhorias do processo, o que reflete diretamente no resultado econômico da atividade.

A técnica do Boi 777 não é restrita a grandes pecuaristas. Pequenos e médios também podem implantar a técnica.

Outro ponto importante é a visão para “fora da porteira”. O pecuarista precisa saber para quem está produzindo, entender o mercado.

Alguns pontos que possibilitam maior lucratividade são:

  • Comprar o bezerro a baixo custo para iniciar o ciclo e venda o animal terminado para a indústria;
  • Enxergar e entender o mercado;
  • Evitar risco! Produzir o que você apreciaria consumir.

A eficiência “dentro da porteira” se traduz em um animal jovem com acabamento de carcaça mediano. Dessa forma, a mercadoria terá grande aceitação no mercado.

Curso Online sobre Inseminação Artificial em Tempo Fixo (IATF)

SAIBA MAIS
Saiba tudo sobre o GPS Agrícola
8 tecnologias que mudaram as atividades no campo
Entenda tudo sobre Drones na Agricultura
MAIS PUBLICAÇÕES
2018-12-10T10:31:51+00:00 0 Comments

About the Author:

Sâmila Esteves Delprete
Zootecnista, Mestra em Ciências Veterinárias e Técnica em Agropecuária

Leave A Comment