Sustentabilidade na Agricultura: como a agricultura sustentável nos ajuda

Sustentabilidade na Agricultura: como a agricultura sustentável pode ajudar o mundo

Sustentabilidade na Agricultura: como a agricultura sustentável pode ajudar o mundo

Tecnologia no Campo

Pensar em agricultura sustentável é pensar a respeito de uma atividade que produza ao mesmo tempo em que respeite o planeta e as futuras gerações. Tanto o desempenho econômico quanto o meio ambiente fazem parte dos objetivos.

Esta prática é, de fato, recente na história do homem. O avanço tecnológico na agricultura evoluiu sobremaneira desde o final da Segunda Guerra Mundial. É justamente nisto que se apoia a sustentabilidade na agricultura.

sustentabilidade na agricultura

O que é agricultura sustentável?

O que é agricultura sustentável e como funciona pode ser representado por uma definição clara e objetiva. É o que faz o Departamento de Agricultura dos Estados Unidos (USDA). A USDA utiliza uma definição de Greg McIsaac que diz o seguinte:

Agricultura sustentável é uma filosofia baseada nos objetivos humanos e no entendimento do impacto de longo prazo das nossas atividades no meio ambiente e em outras espécies. O uso dessa filosofia guia nossa aplicação da experiência prévia e dos mais recentes avanços científicos para criar sistemas agrícolas integrados, que conservem recursos e sejam equitativos. Esses sistemas reduzem a degradação ambiental, mantêm a produtividade agrícola e promovem a viabilidade econômica tanto no curto quanto no longo prazo, e mantêm comunidades rurais estáveis e qualidade de vida.

Daí, podemos destacar alguns pontos específicos do que representa e do que não representa a sustentabilidade na agricultura. Neste caso, podemos dizer que a agricultura sustentável

  • Possui objetivos de curto a longo prazo (econômicos e ambientais)
  • Utiliza das tecnologias mais avançadas
  • Busca a conservação dos recursos naturais
  • Valoriza a produtividade agrícola e o lucro econômico
  • Visa sistemas agrícolas equitativos
  • Busca melhorar a qualidade de vida das gerações atuais e futuras
  • Reduz a degradação ao meio ambiente com práticas modernas e sustentáveis

Nesta mesma linha, quem contribui é também o Agricultural Sustainability Institute (UCDAVIS), em seu programa de pesquisa e educação. Segundo a UCDAVIS, a agricultura sustentável possui três grandes objetivos gerais e simultâneos:

  1. Ambiente saudável
  2. Lucro econômico
  3. Equidade social e econômica

Isto significa que tanto a USDA quanto a UCDAVIS caminham para o mesmo entendimento. A agricultura sustentável não deixa de valorizar o aspecto econômico. A diferença é a utilização de tecnologias avançadas para promover o bem-estar ambiental e social, no presente e no futuro.

Melhores práticas para a sustentabilidade na agricultura

Quando falamos de agricultura sustentável e melhores práticas, o pensamento deve focar na conservação dos recursos naturais. Por isso, os tópicos básicos são a conservação do solo, da água e das comunidades rurais, por exemplo.

A água

Não precisa nem ser dito o quanto a utilização da água sempre foi, ainda é e sempre será vital para a prática da agricultura. Até mesmo por isso, a sua conservação é vital não só para a vida humana no geral, mas para a própria conservação da agricultura.

O que os especialistas observam é que ela acaba se transformando num fator limitante quando mal utilizada. Por isso, seu uso e seu abastecimento devem ser olhados com cuidado. Instituições como a Agência de Proteção Ambiental dos Estados Unidos (EPA), além da UCDAVIS, indicam algumas práticas:

  • Melhorar a conservação da água
  • Utilizar sistemas de irrigação de volume reduzido
  • Cuidar da perda de água na colheita
  • Incentivar o crescimento de espécies que necessitem de menos água
  • Criar incentivos públicos (governamentais) para a utilização de tecnologias sustentáveis

A energia

Outra questão de vital importância é o aspecto energético. Sabemos que, por exemplo, o petróleo é bastante nocivo ao meio ambiente. Mas o que fazer, nestes casos?

Nesta questão, mesmo o Brasil pode ser considerado um exemplo interessante. Os biocombustíveis reduzem sobremaneira na redução do efeito estufa. Além disso, mais de 40% da energia do país tem esta origem, com 29% na agricultura, de acordo com o Ministro da Agricultura Blairo Maggi.

O solo

Com relação ao solo, o maior problema pode ser considerado a sua erosão. Isto é, inclusive, auto limitante, prejudicando até mesmo a capacidade de produção agrícola.

Na agricultura sustentável, manter o solo em boas condições significa melhorar os sistemas de irrigação e ter o solo coberto por plantações ou adubo.

O ar

Temos mais um componente em que a poluição pode ser um problema minimizado. É o caso do ar. O fundamental é administrar as plantações de modo que diminua a liberação de gases nocivos ao meio ambiente, bem como a utilização apenas essencial de produtos que possam ter o mesmo efeito negativo.

A produção

Por fim, podemos resumir muito disto apontando medidas de produção adequadas para a agricultura sustentável. Elas utilizam abordagens distintas, de modo que respeitem cada um dos aspectos anteriormente citados.

São estratégicas tecnológicas. Elas devem respeitar a topografia, o clima, o solo, os pesticidas, a viabilidade local e toda uma série de características. Novamente de acordo com a UCDAVIS, são as seguintes:

  • Seleção e uso de espécies que se adaptam ao local e às condições da fazenda
  • Diversificação da produção (para gerar estabilidade biológica e econômica da produção)
  • Uso eficiente das informações obtidas nas fazendas (agricultura de precisão)
  • Utilização das práticas de promoção de água, energia, solo e ar

Importância da sustentabilidade na agricultura

Após esta explicação detalhada, portanto, podem ser feitas algumas considerações finais sobre a importância da sustentabilidade na agricultura. Ela pode ser boa tanto ao ambiente quanto às pessoas, bem como à produção e ao ganho monetário do agricultor.

Em termos gerais, vimos que a agricultura sustentável se baseia em princípios sólidos. Ela afirma que precisamos alcançar os objetivos do presente sem colocar em risco a capacidade das gerações futuras de alcançarem os delas.

Para isso, faz uso de tecnologias modernas, sempre com adaptação às particularidades da fazenda e dos locais em que está sendo colocada. A agricultura sustentável, pois, deve ser moldada conforme a capacidade e as características da fazenda.

Além disso, ressaltamos também que não compromete de forma alguma a lucratividade do produtor. Muito pelo contrário, aliás. A agricultura sustentável é, na verdade, capaz de promover o aumento da lucratividade, fornecendo ganhos competitivos para o produtor rural a partir do desenvolvimento tecnológico.

Saiba tudo sobre o GPS Agrícola
8 tecnologias que mudaram as atividades no campo
Entenda tudo sobre Drones na Agricultura
MAIS PUBLICAÇÕES
2019-01-03T18:33:04+00:00 1 Comment

About the Author:

Tecnologia no Campo

One Comment

  1. […] Maior sustentabilidade. […]

Leave A Comment