Saiba como fazer uma criação de galinhas de sucesso

Saiba como fazer uma criação de galinhas de sucesso

De acordo com a Embrapa, o Brasil é o terceiro maior produtor de carne de frango do mundo. Dessa forma, a criação de galinhas é uma das principais atividades da pecuária brasileira. 

Basicamente, a criação de galinhas possui dois objetivos: a venda das aves abatidas para consumo da carne e a venda dos ovos. Sua produção pode ser feita em todo o território nacional e, geralmente, possui a garantia de comercialização. 

Dessa forma, essa atividade é uma alternativa extremamente atrativa para produtores e propriedades agrícolas, garantindo bons retornos financeiros. Para saber mais informações sobre como fazer uma criação de galinhas da maneira correta, continue lendo nosso conteúdo. Esperamos que goste!

Como escolher a galinha ideal para comercialização?

Atualmente, existem mais de 120 raças de galinhas registradas. Contudo, a maior questão quando se trata na criação dessas aves é em relação à diferença entre as caipiras e as da granja.

A galinha caipira é extremamente difundida no Brasil. Sua principal característica é que ela é criada de maneira solta, sem muito controle em seu desenvolvimento. Dessa forma, qualquer raça pode ser considerada caipira, sendo o único fator determinante sua criação.

Contudo, também existe a galinha da granja, que é uma ave criada com mais controle e supervisão. Dessa forma, sua produção ocorre em um ambiente com temperatura, umidade e espaço adequados para o seu desenvolvimento.

A galinha da granja é mais fácil de ser preparada e possui mais carne que a caipira, devido aos aditivos acrescentados em sua alimentação. No entanto, a galinha caipira é vendida por um preço mais alto, pois sua carne é considerada de mais qualidade.

Entre as principais raças de galinhas utilizadas para comercialização, estão a Galinha Caipira Comum e a Galinha Carijó, criadas tanto para corte quanto para produção de ovos. Além disso, são famosas a Gigante Negra de Jersey para cruzamento com outras raças, a Rhode Island Red, principalmente para produzir ovos, a Embrapa 041, com finalidade de corte e a Embrapa 051, para corte e produção de ovos.

Como criar galinhas?

Para a criação de galinhas, deve ser montada uma estrutura adequada para inserir os pintos, além de uma alimentação específica para essas aves. Além disso, é fundamental que haja os cuidados sanitários necessários para evitar doenças e manter a integridade física desses animais. Confira os principais pontos para uma criação de galinhas a seguir:

Estrutura do ambiente

Para iniciar uma criação de galinhas, é importante providenciar um galpão ou um galinheiro coberto, cercado e com cortinas para proteção contra sol e vento. Nesse lugar, ficarão os poleiros, ninhos, bebedouros e comedouros.

O recomendado é que o piso desse local seja coberto com serragem, palha de arroz ou capim picado. Com isso, é formada a cama de frango, que garante o bem estar das aves.

Ao lado do galinheiro, devem ficar os piquetes, que são áreas cercadas ao ar livre, onde as aves podem tomar sol, se exercitar e ter acesso a alimentos, como capim, frutas, insetos e hortaliças. O ideal é que esse espaço tenha ao menos três metros quadrados por galinha.

Cuidados sanitários

Para garantir a saúde das galinhas, é necessário sempre fazer a limpeza dos equipamentos e instalações. Dessa forma, o galpão deve ser varrido diariamente, além de ser higienizado completamente a cada três meses ou sempre que houver uma troca de lotes de aves.

Além disso, nesse mesmo período, a cama de frango precisa ser retirada e o piso deve ser lavado com água e sabão neutro, desinfectado e pulverizado. Por fim, é importante limpar os comedouros e bebedouros diariamente, e a água precisa ser trocada todos os dias.

Alimentação adequada

Uma alimentação correta é fundamental para o desenvolvimento saudável das galinhas e uma maior produção. Com isso, elas também passam a ter melhor rendimento de carcaça e maior tamanho dos ovos.

Para a criação de galinhas caipiras, é fundamental o livre acesso ao pasto para que elas tenham uma alimentação natural. Atualmente, o milho representa a base da nutrição dessas aves, sendo recomendada sua colocação duas vezes ao dia.

Porém, verduras, insetos, larvas e minhocas presentes no pasto também são uma boa fonte de nutrientes para esses animais. Já na produção de galinhas da granja, rações balanceadas costumam ser a principal fonte de alimento dessas aves.

Cuidados na criação de galinhas

Além do que já foi citado, alguns cuidados específicos e medidas devem ser tomadas na criação de galinhas, como por exemplo:

  • Separação das galinhas de acordo com a fase de vida;
  • Manter a alimentação adequada de acordo com cada fase de crescimento das aves;
  • Recolher os ovos no galinheiro de duas a três vezes ao dia;
  • Manter o calendário de vacinas em dia;
  • Manter o ambiente de criação e abate sempre limpos;
  • Substituir o galo a cada seis meses para evitar que eles cruzem com as suas crias;
  • Ter atenção aos critérios para comercialização dos ovos;
  • Realizar o abatimento em um abatedouro adequado, seguindo a legislação sanitária do seu estado.

Como evitar doenças nas galinhas?

Quando não possuem um bom manejo em sua criação, as galinhas estão sujeitas a uma série de enfermidades. Dessa forma, entre as doenças virais, as principais que acometem essas aves são a bronquite infecciosa, doença de Newcastle, Gumboro e Bouba aviária.

Portanto, para evitar a presença dessas patologias, a forma mais eficiente de controle é a vacinação. Além disso, é fundamental que haja uma correta higienização do local de sua criação, assim como um plano de controle de endo e ectoparasitas e o uso de práticas de manejo que evitem situações estressantes, como por exemplo atentar-se à taxa de lotação adequada, à ventilação das instalações e ao fornecimento correto de água e comida.

Benefícios da criação de galinhas

A carne da galinha é um alimento muito saudável e querido pelos brasileiros. Isso acontece porque ela é muito típica nos pratos da cultura do nosso país, além de ser fácil de ser preparada e rica em proteínas, ferro e vitaminas do complexo B.

Além disso, os ovos dessas aves são saborosos, nutritivos e baratos. Com isso, eles são facilmente consumidos e comercializados em praticamente todas as regiões do Brasil.

Por fim, a criação de galinhas exige um investimento baixo. Inclusive, em cidades do interior, é comum que elas sejam criadas livremente e comercializadas, assim como seus ovos, sem grandes dificuldades.

Todos esses motivos fazem com que criar esses animais possa ser uma ótima fonte de renda, tanto com a venda da ave viva, quanto da sua carne e dos ovos. Com essa atividade, é possível levar grandes lucros ao produtor pecuário.

Agora que você já sabe tudo que precisa para ter uma criação de galinhas de sucesso, já pensou em produzir avestruz em sua propriedade? Pois temos um texto muito interessante sobre como a criação de avestruz pode ser uma ótima fonte de renda para o produtor. Não deixe de conferir!

Quer receber mais conteúdos como esse gratuitamente?

Cadastre-se para receber os nossos conteúdos por e-mail.

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.