Angus: saiba tudo sobre a raça

Angus: saiba tudo sobre a raça

Tecnologia no Campo

Não conhece a raça Angus? Confira todas as informações sobre o taurino britânico que apresenta diversos pontos positivos para a economia e o produtor.

Aberdeen Angus é uma das primeiras raças de gado desta categoria que tiveram registro no país escocês no ano de 1862. A raça é resultado de cruzamento entre a linhagem bovina mocho de Aberdeen e outra de Angus. A partir disso, esta genética se disseminou por todo o mundo.

Por conseguinte, teve seu lugar também nos países como:

  • Estados Unidos;
  • Nova Zelândia;
  • Canadá.

A raça apresenta importância para o gado de corte, em virtude de seus benefícios únicos. Separamos esse post contando mais sobre a história dessa raça.

Aqui você vai ver:

  • História do Angus
  • Aberdeen Angus e Red Angus
  • Vantagens e Características do Angus
angus

Fonte: Angus.org

História do Angus

Esta raça, um animal britânico, como já mencionado, originou-se da região escocesa, e foi trazida para o nosso país a partir dos pastos da área do Bagé. Portanto, considera-se, hoje, um importante centro da criação desta raça no nosso país.

Dentre os primeiros registros da genética, data-se o ano de 1906, a partir do criador chamado Leonardo Collares Sobrinho, que orientou o cruzamento da raça com o touro Menelik, uruguaio.

Com os primeiros inscritos Angus, até os dias atuais, o desafio se multiplica para esta raça, que apresenta uma carne macia e saborosa, com reconhecimento no mundo inteiro. É uma raça que está expandindo cada vez mais.

A partir do ano de 1920, a raça, em questão, já dominava os campos do Rio Grande, em virtude da grande adaptabilidade que o animal britânico trouxe aos pampas. Naquele momento, ocorreram determinadas exposições de agropecuária, que reuniam aproximadamente 600 criadores de Angus, iniciando a presença desta raça pelos campos do Brasil.

Planilha para ganhar mais dinheiro com a produção de corte!

COMECE A USAR AGORA

Aberdeen Angus e Red Angus

O Aberdeen Angus tem destaque entre diversas raças de touro, em virtude da reunião de características de caráter positivo que asseguram resultados muito importantes para a economia em relação ao gado de corte.

Este conjunto das características acabam tornando o animal uma raça muito íntegra. Porém, não existe praticamente nenhuma diferença entre o Aberdeen e o Red. Eles fazem parte da mesma categoria, inclusive: Aberdeen Angus.

O que acontece é que a pelagem que origina a cor avermelhada varia. Por isso, o denominado Red Angus surge em razão do gene recessivo da coloração vermelha. Dessa forma, é possível que uma vaca e um touro da cor preta gerem um bovino avermelhado.

A Associação Brasileira de Angus, desde 1963 é a responsável por cativar interessados em povoar os campos com a raça.

Vantagens e Características do Angus

A raça Angus apresenta diversos benefícios para aqueles que trabalham com o exercício agropecuário. Além destes ganhos rentáveis que são conquistados com a produtividade da Angus com certificação, os criadores têm vantagens no seu próprio pasto.

Isto porque, a raça em questão, apresenta uma liquidez maior, caracterizam-se precoces, dóceis, com excelência ponderal do aumento do peso em condição diferenciada do relevo e do clima.

Vida longa e Fértil

Buscando uma maior eficiência na pecuária, ao planejar um cruzamento, deve-se considerar não apenas o uso de novilho precoce e pesado, mas a fêmea de reprodução que apresente um índice alto da capacidade materna, prazos curtos entre partos e respostas positivas de reprodução em relação a repetição da cria.

Por meio de uma raça fértil, os animais, em questão, são capazes de proporcionar aos criadores um rendimento maior, com um maior quantitativo de bezerros e quilos alcançados em cada hectare.

Com uma raça que vive mais e tem associação à fertilidade, o resultado é uma quantidade maior de crias reproduzidas.

Gado precoce

Em relação a precocidade da raça, o reflexo está no abate do novilho jovem que, caracterizada por uma necessidade do mercado, trata-se de um aspecto essencial da pecuária de retorno célere.

Rústico

O caráter de rusticidade tem identificação fácil pelo grande quantitativo de animais disseminados por diversas áreas diferenciadas pelo clima do país, que se mantém com a qualidade, sem alterações.

A raça Angus é mais resistente a quaisquer enfermidade, adapta-se a condição ambiental onde está sendo criado, tanto com altas temperaturas ou baixas, solos diferenciados, campos abrigados ou altos, pastos ricos ou pobres.

Ainda que em situação adversa, a fêmea Angus faz a produção de bezerros e conseguem amamentar de forma adequada, mesmo que, em alguns casos, seja preciso sacrificar partes do elemento gorduroso marmorizado.

Parto fácil

Ao gerar um terneiro com porte mediano, não sendo tão pesado ao ser parido, o ventre desta raça apresenta redução dos desgastes ao parir, abreviando a recuperação após os partos, facilitando repetições de cria e reduzindo intervalos entre os partos.

Carne de qualidade

Trata-se de um dos atributos da raça, pois disponibiliza de uma qualidade excelente da carne. Isto é evidenciado por meio de opiniões de autoridade da área e, com confirmação nos mais diferenciados concursos procedidos em mercado de produtores principais.

É uma raça que faz a produção da carne com qualidade, não apenas para o mercado interno, mas também ao externo. A raça faz a apresentação de 3mm a 6mm de elemento gorduroso, bem como a marmorização da carne. Isto confere a ela a qualidade do sabor e da maciez.

Angus apresenta uma distribuição de gorduras uniformes nos tecidos dos músculos. É importante que tal distribuição tenha exaltação ao passo que as gorduras se derretam de forma parcial pelo efeito do calor, impregnando as partes magras. Isto faz com que o seu valor melhore de forma apreciável, de modo a torná-la apetecível e tenra.

Pontos Fortes do Angus

De modo geral, é possível destacar os seguintes pontos fortes para a raça, em questão:

  • habilidade materna;
  • precocidade sexual;
  • facilidade do parto;
  • eficiência alimentar;
  • carne saborosa e macia.

Trata-se de uma raça de produção extrema no campo e que disponibiliza uma carne ótima, acompanhada de índice bom de marmoreio e uma capa gordurosa dotada de uniformidade e espessura.

Existem ainda alguns pontos a terem melhoras, porém, trata-se de um animal resistente a carrapatos, e que se adapta ao clima brasileiro por meio da seletividade de animais que apresentam pêlos lisos e curtos.

Agora que você já sabe todas as vantagens da raça Angus, não deixe de compartilhar essas informações e disseminar os pontos fortes desta carne que só traz benefícios para o produtor e para a sociedade.

Está interessado na produção de Angus? Fale conosco!

Saiba tudo sobre o GPS Agrícola
8 tecnologias que mudaram as atividades no campo
Entenda tudo sobre Drones na Agricultura
MAIS PUBLICAÇÕES