Olho do Dono (Agtech): pese seu gado no pasto com câmera portátil

Olho do Dono (Agtech): pese seu gado no pasto com câmera portátil

Tecnologia no Campo

Com quase 5 anos de existência, a agtech brasileira Olho do Dono tem ganhado cada vez mais fama no Brasil e no mundo, conquistando mais e mais títulos e clientes por facilitar a vida dos produtores rurais com uma atividade essencial para aumentar a produtividade e lucrativa da pecuárial: a pesagem de bovinos.

Muitas vezes, no dia-a-dia, essa atividade é feita no “olhômetro”, usando fitas métricas ou mesmo utilizando a balança bovina. Todos esses métodos, mesmo que cumprindo o objetivo de pesagem, têm diversos pontos de atenção que podem prejudicar o produtor.

Quando se tem que movimentar o gado por toda a propriedade para efetuar a pesagem, o produtor acaba gastando tempo dos operadores, estressando o gado e fazendo com que o rebanho perca peso.

Como funciona o Olho do Dono

É ai que entra a tecnologia Olho do Dono. Com uma câmara 3D portátil e muita inteligência artificial, o sistema consegue prever com muita confiabilidade o peso do gado.

O software da agtech consegue filmar o boi com a câmera 3D, captar e analisar o peso do animal. Pedro Henrique Coutinho, fundador e CEO da startup, diz que a ferramenta tem a combinação de tecnologia e conhecimentos tradicionais.

“Colocamos em um só produto conhecimentos de visão computacional, ciência de dados e inteligência artificial. Além disso, contamos também com consultoria e mentoria de pecuaristas, zootecnistas, agrônomos e veterinários”, explica.

Olho do Dono

Com isso, o gado não precisa ser transportado para uma área específica de pesagem, evitando que o animal perca peso, fique estressado e que o pecuarista não precise contratar mais funcionários para esta função.

Tudo funciona automaticamente, não havendo a necessidade de uma pessoa ficar operando. Assim, os próprios vaqueiros que vão manejar o gado podem posicionar a câmera e deixá-la lá parada, enquanto realizam seu trabalho.

Um exemplo de uso é na troca do pasto rotacionado, onde o produtor pode posicionar a câmera no caminho que o boi passa naturalmente!

Outro ponto importante, às vezes vital para alguns pecuaristas, é que o programa dispensa a necessidade de conexão com a internet no campo para o sistema funcionar.

O projeto foi lançado no mercado em março de 2019, para um grupo seleto de pecuaristas. A startup criou um programa chamado “Fazendas Inovadoras”, para que um grupo exclusivo de pecuaristas sejam os 15 primeiros clientes a utilizar essa tecnologia no mundo. A maior parte das vagas já foram preenchidas, e se você quiser fazer parte de uma das últimas vagas restantes, acompanhe até o fim para saber como!

Os fundadores da startup já ganharam três premiações e receberam três aportes entre fundos de investimento e editais de incentivo à pesquisa. Um dos principais prêmios que o Olho do Dono já ganhou foi a como melhor Startup da América Latina, onde disputou com mais de 600 startups na premiação promovida pela pela TechCrunch, mais importante portal do Vale do Silício. Na sequência, foi ganhadora de outros prêmios sendo escolhida como melhor Agtech do Brasil e segunda melhor Agtech da Argentina.

Olho do Dono

O próximo passo da companhia é se preparar para lançar o produto em larga escala no Brasil e também nos vizinhos Paraguai, Colômbia, Bolívia e Argentina.

O Tecnologia no Campo atua em parceria com o Olho do Dono! Quer saber mais sobre o sistema, ser um dos primeiros a usá-lo ou ser avisado quando ele for lançado para todo mercado? Fale conosco!

Quer saber mais sobre o Olho do Dono?

Olho do Dono

Ordenha: tudo que você precisa saber para um processo eficiente
8 tecnologias que mudaram as atividades no campo
Agrishow 2019: o que esperar dessa edição do evento
MAIS PUBLICAÇÕES