certificações ambientais no agronegócio

Entenda a importância das certificações ambientais no agronegócio

A produção sustentável está se tornando cada vez mais necessária no mundo atual. Na indústria alimentícia, por exemplo, o ideal é produzir alimentos sadios e de qualidade, suficientes para alimentar a humanidade, mas ainda com a preservação do meio ambiente para garantir recursos às gerações futuras.

Sabendo disso, tornou-se necessária uma alternativa para assegurar que os produtos comercializados e os meios de produção estão seguindo os princípios e regulamentos de uma produção sustentável. A esse processo damos o nome de certificação ambiental, um meio que garante benefícios tanto aos produtores quanto aos consumidores, auxiliando toda a cadeia produtiva e o meio ambiente.

No agronegócio, a certificação se faz presente em diferentes setores, como produção agrícola, alimentícia e pecuária. Para saber mais informações sobre esse assunto, continue a leitura do nosso texto!

O que é a certificação ambiental no agronegócio?

Chamamos de certificação ambiental o processo de ordem técnica e legal que determina se os produtos, assim como os processos de produção, estão atendendo e respeitando os princípios éticos de sustentabilidade. No agronegócio, a certificação serve para avaliar e validar produtos, serviços e meios de produção do setor agropecuário.

O processo das certificações incluem auditorias ambientais, avaliações de desempenho, rotulagem ambiental, dentre outras ferramentas de gestão. Esses processos seguem instrumentos regulatórios de governos ou entidades, que podem ser a nível nacional ou internacional.

Dessa forma, o produto certificado geralmente chega ao consumidor com um selo de qualidade. Esses selos possibilitam informar sobre a qualidade e procedência do produto, a correspondência às legislações vigentes, o bem-estar do animal e a segurança nos meios de produção.

Qual a importância das certificações ambientais?

As certificações ambientais são fundamentais para permitir uma produção econômica e ambientalmente correta, garantindo a sustentabilidade e a preservação do meio ambiente. No entanto, as certificações também trazem outros benefícios, já que elas:

  • Aumentam a consciência dos consumidores e produtores;
  • Promovem um consumo de produtos com mais qualidade;
  • Agregam valor ao produto certificado, incrementando as vendas;
  • Geram informações sobre a qualidade do produto;
  • Auxiliam no aprimoramento dos processos de produção;
  • Permitem a adoção de medidas mais sustentáveis nos meios produtivos;
  • Garantem ao produto a conformidade com a legislação e os órgãos regulamentadores, permitindo que ele continue no mercado;
  • Melhoram a produção e os resultados operacionais das propriedades;
  • Reduzem os riscos ambientais e sociais das propriedades certificadas;
  • Melhoram o acesso das propriedades ao crédito para custeio e investimento.

Quais são os tipos de certificações no agronegócio?

Existem diversos selos e certificações no mercado, cada um voltado para uma área específica. Alguns deles são obrigatórios pelo Sistema Brasileiro de Certificação Ambiental (SBC), enquanto outros são opcionais e apenas dependem dos responsáveis pela produção. No setor do agronegócio, as principais certificações estão listadas a seguir:

ISO

As certificações ISOs são selos emitidos pela International Organization for Standardization (Organização Internacional de Normatização). Trata-se de um dos mais conhecidos sistemas de certificações do mundo, com regras de comercialização, produção de mercadorias, qualidade e segurança dos alimentos, gestão ambiental, gestão de resíduos, impactos ambientais e gestão de pessoas.

S.I.F

O selo S.I.F. é de uso obrigatório e é emitido pelo Serviço de Inspeção Federal. Ele deve ser utilizado para atestar a qualidade dos produtos de origem animal, como por exemplo carnes, ovos e leite.

SVB Vegano

O SVB Vegano é um selo emitido pela Sociedade Vegetariana Brasileira, que deve ser usado quando o produto não possui nenhum elemento de origem animal em sua composição.

Orgânico

Fornecido pelo Sistema Brasileiro de Avaliação da Conformidade Orgânica, o selo Orgânico deve ser usado quando, no processo de produção, não foi feito o uso de agrotóxicos e nem foram gerados danos ao meio ambiente.

Gluten Free

Emitido pela Gluten-Free Certification Organization, o selo Gluten Free deve ser usado em produtos que não contém glúten em sua composição.

RainForest Alliance

O RainForest Alliance é um selo de certificação que valida produções agrícolas, turísticas ou florestais que atendem os 10 padrões de excelência em sustentabilidade ambiental, econômica e social estabelecidos pela Rede de Agricultura Sustentável.

RTRS

Emitido pela Associação Internacional de Soja Responsável, o selo RTRS assegura aos produtores a gestão responsável da produção de soja.

BonSucro

A certificação Bonsucro é direcionada à cadeia de produção de cana-de-açúcar, garantindo a responsabilidade social e ambiental dos produtores desse alimento.

Como fazer as certificações dos seus produtos?

Se deseja certificar e conseguir os selos de qualidade para os seus produtos agropecuários, primeiramente, você precisa conhecer e entender cada uma das certificações que existem no setor. Após essa análise, é necessário saber em qual delas a sua produção se enquadra.

Depois de seguir esse primeiro passo, você precisa buscar o órgão responsável pela certificação. Nesse momento, é aconselhável contratar uma empresa de auditoria para tomar conta de todos os detalhes e burocracias do processo. Esse tipo de serviço também te ajuda a fazer as adaptações necessárias seguindo as exigências de cada certificação.

Após o processo ser concluído, tenha em mente que as certificações precisam ser fiscalizadas, renovadas e reavaliadas periodicamente por um órgão regulador certificador, que pode ser uma entidade pública ou uma empresa privada independente. Esse órgão será responsável por garantir a manutenção dos seus selos para que eles continuem no mercado.

As certificações ambientais, mesmo gerando um custo a mais para os produtores, são extremamente importantes para as organizações que querem aprimorar seus produtos, serviços e processos produtivos. Portanto, siga as nossas dicas se deseja aderir a esse tipo de processo na sua produção e garantir a competitividade no cenário nacional e internacional! Além disso, confira também nosso conteúdo especial sobre Cota Hilton e saiba tudo que precisa sobre exportação de carne bovina.

Quer receber mais conteúdos como esse gratuitamente?

Cadastre-se para receber os nossos conteúdos por e-mail.

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.
Ops! Captcha inválido, por favor verifique se o captcha está correto.

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.