Cavalo Frisio

Cavalo Frisio: origem, informações e características da raça

O cavalo Frisio, ou Friesian, é uma raça equina nativa do litoral norte da Holanda, e que vem chamando a atenção dos brasileiros. Essa raça possui características marcantes, como a pelagem negra e a facilidade para o aprendizado, o que o torna uma raça muito utilizada para aprendizado nas escolas equestres. 

Além disso, é comum encontrá-los em outros eventos, como as exposições equestres e competições de adestramento. Quer saber mais sobre essa raça que se destaca por sua beleza e inteligência? Continue a leitura!

Origem e história do Cavalo Frisio

Não se sabe, ao certo, quando essa espécie surgiu. É possível afirmar que o cavalo Frísio é uma das raças mais antigas da Europa, pois já foram encontradas gravuras da raça feitas em 1544. A espécie também foi muito utilizada na Idade Média para levar cavaleiros de armadura, devido a sua força e porte.

Além disso, o Frísio foi o único cavalo dos Países Baixos que sobreviveu à passagem do tempo, embora a espécie quase tenha entrado em extinção após a Segunda Guerra Mundial. Após esse período, restaram apenas algumas éguas e cinco garanhões. A raça foi restabelecida, então, através da reprodução sistemática. 

O cavalo Frísio se tornou popular por aparecer em filmes famosos, como, por exemplo, “O Feitiço de Áquila”, que já foi exibido algumas vezes na televisão brasileira. Em 1981, uma estátua em homenagem à raça foi criada pelo artista Auke Hettema. Atualmente, ela está exposta em Nieuwestad, na Holanda.

Características da raça Frisio

Veja, a seguir, algumas das principais características da raça:

  • O tamanho do cavalo Frísio pode variar entre 1,65 m e 1,75 m;
  • Seu peso varia entre 600 kg e 900 kg, mas pode atingir uma tonelada;
  • Possuem a pelagem abundante, de cor negra ou castanha bem escura, sem manchas;
  • Acredita-se que houveram cruzamentos da raça com o Cavalo Árabe;
  • O cavalo Frísio é musculoso, com as costas largas e ligeiramente inclinadas;
  • A espécie possui pescoço largo e ereto;
  • A força, agilidade e a robustez são características da raça;
  • O cavalo dessa raça possui temperamento dócil;
  • São animais leais e fáceis de serem treinados;
  • Os cascos desses animais são grandes;
  • Chamam a atenção por sua elegância e harmonia.

Barroco e Moderno

Atualmente, existem dois tipos de cavalos da raça. São conhecidos como barroco e moderno. O primeiro trata-se de um animal com a constituição mais robusta, e o segundo possui ossatura mais fina e é mais leve. A demanda pelos cavalos do tipo “moderno” cresceu significativamente a partir da segunda metade do século XX porque são animais mais ágeis e altos.

Cuidados com a raça

O cavalo Frísio deve ser bem alimentado e escovado com frequência, o que irá manter sua pelagem brilhante! Além disso, não se recomenda o uso de shampoo, já que ele pode afetar a cor natural das espécies. 

As orelhas dos animais também precisam de cuidados: elas devem ser limpas frequentemente, para evitar obstruções auditivas. No entanto, a limpeza deve ser feita com toalhas ao redor da orelha, para que não atinja o fundo do orifício.

O criador também deve ter atenção aos dentes do cavalo Frísio, para que estejam sempre em boas condições. Isso irá evitar problemas digestivos, dores e cólicas.

Principais usos do Cavalo Frisio

Durante a história, o cavalo Frísio teve diferentes usos pelos humanos. Durante o século 17, foram usados para o transporte de carga embaixo da sela. Após a Revolução Francesa, o Friesian foi utilizado como cavalo de corridas. E, no século XIX, seu uso passou a ser na tração de carruagens, principalmente em famílias mais ricas.

Esse tipo de cavalo nunca foi utilizado para a agricultura, o que reduziu significativamente o número de equinos da raça no século XX. O cavalo Frisio sempre foi utilizado preferencialmente para a montaria (sela), na prática de Atrelagem e também no adestramento. 

Durante o período da Segunda Guerra Mundial, também eram utilizados para puxar canhões, o que quase causou a extinção da raça, pois restaram poucos animais após o período. Atualmente, o uso mais comum do cavalo Frísio é na montaria.

Saiba mais sobre a ABCCH e outras curiosidades sobre a raça

No Brasil, a Associação Brasileira de Criadores do Cavalo de Hipismo (ABCCH) é responsável pelo registro genealógico dos animais da raça. Os cavalos Frisio devem passar por quatro aprovações para uma licença temporária para a reprodução.

Em média, estima-se que entre apenas 1 a 4 cavalos conseguem a cobiçada licença por ano no mundo! Para as éguas, também existe uma certificação específica para a reprodução. São elas: Stamboek, Ster, Preferent, Prestatie, Sport, Kroon ou Model. O cavalo Frísio é considerado um dos 10 mais caros do mundo, custando em torno de US $25.000.
Gostou de saber mais sobre essa raça tão antiga e desejada por criadores? Aproveite para ler também o nosso artigo sobre Ração para cavalo, com dicas para escolher o melhor alimento e colher os melhores resultados com seu animal. A alimentação de qualidade faz diferença no desenvolvimento, na saúde e no bem-estar dos equinos!

Quer receber mais conteúdos como esse gratuitamente?

Cadastre-se para receber os nossos conteúdos por e-mail.

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.