cabras leiteiras

Cabras leiteiras: manual básico para criação

Diversas são as maneiras do produtor conseguir otimizar seu agronegócio. Seja através da implementação do cultivo de grãos, frutas ou leguminosas, ou através da criação de animais, seja para o abate ou para a produção de leite. E, para este último, existe um animal que é facilmente adaptável e resiste a praticamente qualquer ambiente ou situação no campo: as cabras leiteiras. 

É possível, portanto, criar a cabra para a engorda e abate ou para a produção de leite. Aqui, iremos focar apenas nas cabras leiteiras.

Se você tem interesse em conhecer mais sobre esse animal e como ele pode ser utilizado para a produção de leite no campo, continue a leitura do texto e aprenda um pouco mais!

Criação

As cabras são mamíferos extremamente resistentes, podendo sobreviver nos ambientes mais inóspitos, desde desertos até regiões com grandes nevascas.

Sua criação tem tomado cada vez mais espaço no agronegócio brasileiro. Isso se dá pois tanto o leite (e seus derivados) quanto a carne de cabra estão sendo bastante comercializados no varejo (em comparação ao que era antigamente), aumentando o seu valor percebido no mercado.

É possível incluir as cabras bem facilmente no meio de uma produção já fundamentada no campo. Desde que haja um pequeno espaço não aproveitado, é possível inseri-las. Assim, aproveitando de sua rusticidade e simplicidade de manejo, é possível que o produtor comece sua produção de leite de cabra.

O animal, além do mais, não exige tantos cuidados nem muita dedicação por parte de seu dono e dificilmente fica doente e, por isso, não depende de práticas veterinárias constantes. 

Por ser um animal que gosta bastante de pastar, os únicos cuidados realmente necessários são o de ser vermifugado e de realizar exame de fezes, que devem ser realizados mensalmente pois os animais podem ser acometidos por verminoses durante o ano todo (principalmente nas épocas chuvosas).

A seguir, vamos conferir como as cabras leiteiras se alimentam e como, de fato, é sua produção em campo.

Iniciando a produção com as cabras leiteiras

Para o início da produção, deve-se escolher animais sadios, com aparelhos reprodutivos e produtivos em perfeito estado, assim como vacinados e vermifugados. É interessante, também, que o produtor busque orientação junto a um técnico ou na Associação de Criadores do seu Estado ou Município. 

Além disso, é importante não introduzir os caprinos no ambiente de criação sem, antes, submetê-los a um exame clínico minucioso ou à quarentena.

Alimentação

Para a finalidade da produção de leite, as cabras devem ter uma dieta baseada em forragem durante o ano todo. Forragem, esta, que pode ser composta por pasto, pastagem ou feno.

Já para a reprodução e crescimento das cabras, é necessária uma ração bem balanceada composta por grãos. Entretanto, após o nascimento dos filhotes, é necessário que sejam alimentados com leite durante três meses. Após isso, devem consumir forragens e grãos a partir de duas semanas do seu nascimento até a quarta semana.

Se, de alguma forma, for identificado a falta de nutrientes para seu caprino, algumas soluções simples de suplementação são os seguintes compostos de minerais e proteínas:

  • Milho e sorgo (ou raspa de mandioca);
  • Uréia pecuária;
  • Farelo de soja, babaçu, algodão ou girassol;
  • Enxofre em pó.

É possível, também, fazer uma suplementação composta pelos diferentes suplementos citados acima. 

Além de tornar a cabra leiteira saudável, também é uma alimentação de baixo custo comparada a outras criações, simples e fácil de encontrar esses alimentos. 

Melhores raças de cabras leiteiras

Deve-se, sempre, levar em conta a raça da cabra que será escolhida para uma finalidade específica. Se seu objetivo for criar cabras para a obtenção de leite, confira abaixo as melhores raças indicadas: 

  • Saanen. Essa raça de cabra é, provavelmente, a mais leiteira de todas, fornecendo, diariamente, 3 litros de leite;
  • Toggenburg;
  • Parda;
  • Anglo-nubiana.

Tirando a raça de cabra saanen, as três outras raças fornecem, em média, 2 litros de leite por dia.

Qual o melhor: caprino ou bovino?

Apesar de depender das condições e objetivos de cada produtor, a criação de cabras para a obtenção de leite é uma ótima alternativa se não for possível iniciar uma criação de gado leiteiro.

Se levarmos em conta uma vaca de 400 kg e oito cabras que, juntas, pesam o mesmo, as cabras vencem a vaca com relativa tranquilidade. Elas produzem em torno de 3760 litros na lactação (em média), contra 2560 litros da vaca.

Além do mais, o leite de cabra tem um retorno mais alto que o do leite de vaca, com valor agregado, em média, 190% maior. Isso porque os derivados do leite de cabra são muito mais valorizados no mercado do que os de vaca.

Conforme um estudo realizado em 2005, a receita referente ao leite de cabra chegou a um resultado de 1880 reais, enquanto que a da vaca chegou a apenas 640 reais. Praticamente 200% a mais! 

Espero que, com esse texto, você tenha aprendido um pouco mais sobre a produção das cabras leiteiras e sua importância para a pecuária (tanto familiar quanto de grande porte).

Se você gostou desse conteúdo, tenho certeza que a leitura sobre o gado leiteiro também irá te proporcionar um grande aprendizado e, com isso, fazer com que sua pecuária desenvolva-se enormemente!

Quer receber mais conteúdos como esse gratuitamente?

Cadastre-se para receber os nossos conteúdos por e-mail.

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.