pulverizador autopropelido

Autopropelido: entenda as vantagens de se usar um pulverizador autopropelido

A pulverização, que acontece entre o plantio e a colheita, é uma das etapas mais importantes do ciclo de produção agrícola. Contudo, esse período tem se tornado um dos mais desafiadores para os agricultores, já que diversos fatores devem ser considerados nesse momento. 

O estudo aprofundado do clima na época da aplicação do produto e a avaliação do solo são alguns dos aspectos que devem ser avaliados antes da pulverização. Por isso, o período de entressafra é o momento perfeito para preparar seu pulverizador autopropelido para a aplicação de fertilizantes e produtos químicos.

Logo, escolher um equipamento de qualidade garante o controle de pragas agrícolas e mantém os nutrientes da plantação, além de lançar defensivo na dose certa, garantindo a eficiência do produto e diminuindo os custos fixos da produção rural, um ponto positivo desse maquinário.

O que é um pulverizador autopropelido?

Pulverizar: distribuir uma substância líquida em pequenas partículas.

Pulverizador: equipamentos que garantem que o produto seja distribuído em quantidade correta e no local desejado.

Pulverizador agrícola: equipamento que auxilia no combate de pragas, doenças, insetos e outras ameaças à plantação. Normalmente distribui produtos agroquímicos, nutrientes ou fertilizantes de maneira geral.

Pulverizador autopropelido são máquinas agrícolas de alto desempenho que realizam a aplicação de defensivos agrícolas de maneira eficiente e assertiva. Visto que, com motor e transmissão próprios, trabalhando de maneira independente, os pulverizadores podem alcançar uma velocidade de 15 a 30 km/h.

Eles são indicados, principalmente, para culturas que necessitam de pulverização constante, demandam o uso de equipamentos que façam mais áreas em menor tempo, e/ou que façam o serviço em janelas específicas.

O uso desses pulverizadores reduz o custo por hectare da operação agrícola, afinal fazem a aplicação dos defensivos agrícolas em áreas maiores em menor tempo.

Principais características de um autopropelido

Os pulverizadores autopropelidos possuem diversas características, mas as consideradas principais são:

  1. Mapeamento da área aplicada. Permite visibilidade, conforto e facilidade no controle dos sistemas de mapeamento da cultura;
  2. Vão livre maior. A medida entre a distância do solo e o primeiro ponto da estrutura da máquina é maior.
  3. As barras. Elas possuem um comprimento maior e pode ser instaladas na parte traseira ou frontal dos pulverizadores autopropelidos;
  4. Ampliação na pulverização. Nos equipamentos mais avançados, as barras são de alumínio e equipadas com sistema de “Assistência de Ar”, ampliando os pontos de pulverização;
  5. Melhora na distribuição e penetração nas diversas partes das plantas. Com as barras de cortina de ar, os pulverizadores autopropelidos conseguem aplicar defensivos agrícolas nas mais adversas condições climáticas.

A dica é ficar atento a qual modelo comprar. Algumas opções do mercado apresentam a alternativa de ampliar ainda mais o vão livre, permitindo assim o uso em fases mais adiantadas, sem que ocorra prejuízos à cultura.

Vantagens do pulverizador autopropelido

Veja algumas vantagens de se utilizar pulverizador autopropelido:

  • Maior precisão na pulverização;
  • Aumento do rendimento operacional;
  • Otimização de custos de insumos e produção;
  • Facilita o planejamento da atividade de pulverização;
  • Menor custo por área pulverizada;
  • Pode ser utilizado em fases mais adiantadas das culturas;
  • Maior segurança e conforto ao operador;
  • Pode ser utilizado na agricultura de precisão;
  • Maior velocidade de deslocamento da máquina.

Cuidados durante a sua pulverização

Para evitar problemas no período de pulverização é recomendado que:

  1. Utilize pulverizadores adequados para a cada atividade e área;
  2. Limpe cuidadosamente a máquina, para evitar ferrugem prematura causada por produtos químicos;
  3. Limpe os bicos e verifique se há desgaste. Use o compressor de ar para limpar os orifícios dos bicos.;
  4. Inspecione as mangueiras hidráulicas quanto a desgaste e considere a substituição das excessivamente gastas;
  5. Utilize o defensivo agrícola recomendado para a cultura e na dose correta;
  6. Encha os pneus de acordo com as recomendações do fabricante;
  7. Verifique a iluminação para garantir que ela funcione na estrada e na operação em campo;
  8. Substitua os adesivos e sinais de segurança danificados ou ausentes;
  9. Retocar lascas, arranhões e áreas enferrujadas com tinta protetora apropriada;
  10. Verifique como deve proceder com o descarte de produtos químicos (resíduos);
  11. Certifique-se que o trabalhador está treinado e usando o equipamento de proteção individual (EPI).

Tecnologia em Pulverizadores Autopropelidos

A tecnologia no campo tem crescido bastante nos últimos anos e, na área dos pulverizadores, esse avanço é bem notável, principalmente quando falamos sobre os autopropelidos. 

Separamos algumas tecnologias interessantes desse maquinário:

  • Sistema de injeção direta de agroquímicos;
  • Pilotagem automática do equipamento na aplicação;
  • Sensores que detectam plantas e ervas daninhas;
  • Sensores de controle da altura da barra;
  • Sistema eletrônico para seleção de pontas de pulverização em função das mudanças climáticas.

Quer receber mais conteúdos como esse gratuitamente?

Cadastre-se para receber os nossos conteúdos por e-mail.

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.