tabapua

Raça Tabapuã: tudo que você precisa saber sobre a criação

eficiencia bezerros

Existem diversas raças de gado reconhecidas pelas suas peculiaridades, seja pela alta taxa de efetividade na produção de leite ou pela fácil engorda. Uma raça que é conhecida como o Zebu brasileiro, pois é corpulenta e que produz bastante carne, possui bastante destaque entre as demais. 

Estamos falando da raça tabapuã, reconhecida há mais de 40 anos pelo Ministério da Agricultura. Diante do seu valor, investimentos em otimização genética e melhoria de níveis de precocidade e aproveitamento de sua carne são realizados desde então.

Se você quer saber mais sobre a raça de gado Tabapuã, continue a leitura e entenda sua importância para o agronegócio brasileiro, suas características principais e o papel da ABCT para o seu reconhecimento!

Origem da raça

A raça Tabapuã é brasileira e é fruto de cruzamentos entre o gado mocho (nacional) e animais de origem indiana. Na década de 40, esse gado adquiriu as suas características próprias, que perduraram até hoje. 

Sua história, então, começa na região de Leopoldo de Bulhões, no estado de Goiás, com o fazendo José Gomes Louza. Ele se interessou pelos zebus e importou alguns desses animais da Índia. Após isso, os irmãos Saliviano e Gabriel Guimarães, de Planaltina, adquiriram três desses animais e iniciaram cruzamentos com o gado mocho.

Assim, surgiram os primeiros zebuínos mochos no Brasil. Eles foram, então, destinados ao cruzamento com animais da raça nelore que, posteriormente, foram adquiridos pela família Ortenblad. Eles tinham a intenção de realizar um melhoramento genético através de cruzamentos, produzindo melhores níveis de precocidade e qualidade de carne.

Com isso, os bons resultados desse melhoramento genético foram registrados em detalhes e chamaram a atenção do mercado na época (e nos anos seguintes). Então, em 1970, o Ministério da Agricultura reconheceu e recomendou que o gado Tabapuã (registrado com esse nome) fosse incluído entre as raças zebuínas.

Características principais do Tabapuã

As principais características da raça de gado Tabapuã, além da docilidade, rusticidade e reconhecimento pelo mercado brasileiro, incluem: 

  • Facilidade de reprodução; 
  • Alto índice de fertilidade; 
  • Excelente habilidade materna para o desenvolvimento dos bezerros (por conta da boa produção de leite das vacas da raça tabapuã);
  • Ótimo ganho de peso. É classificado como o segundo rebanho mais bem avaliado em provas de ganho de peso e é extremamente indicado para ser incluído numa pecuária de corte.

Vale dizer que uma das peculiaridades da raça tabapuã é que as fêmeas atingem, em média, 25% de fertilidade entre os 14 e 16 meses (o que é um alto índice e acontece bem precocemente). Já dos 16 aos 18 meses, é 50% e entre os 18 e 20 meses, mais de 60% de fertilidade. 

Existem, também, algumas fazendas que já registraram 95% de sucesso com a inseminação artificial. 

Além disso, algumas matrizes da raça tabapuã também apresentaram um bom desempenho na engorda, se comparados a outros zebuínos com a mesma idade. Existem registros, por exemplo, de que eles podem chegar a 118 kg, em média, e na desmama podem chegar a 200 kg.

Sobre a Associação Brasileira dos Criadores de Tabapuã

A Associação Brasileira dos Criadores de Tabapuã (ABCT) foi criada por Alberto Ortenblad (primeiro Diretor da Associação) no dia 14 de outubro de 1968, na cidade de Tabapuã. Seu objetivo era mobilizar criadores, trazer benefícios e defender os interesses de quem já criava a raça (o que foi essencial para o Ministério da Agricultura reconhecê-la). 

Além disso, hoje, a Associação também incentiva, fomenta e promove exposições, leilões, provas zootécnicas, cursos, estudos, seminários e conferências — necessárias para difundir o nome da raça no Brasil e no exterior.

As conquistas da Associação, entretanto, não pararam por aí! Em campo ou nas pistas de julgamento, fizeram com que a raça tabapuã demonstrasse ser campeã, tornando-a um grande sucesso, e trazendo a ela bastante credibilidade.

Tudo isso fica mais claro com o que disse o atual diretor técnico da ABCT: 

“A Presidência, juntamente com a diretoria Técnica da ABCT, vem desempenhando atividades para os criadores, mostrando clareza nas decisões, atrativos para ingresso de novos associados e resultado a nível de divulgação. Sei que ainda temos muitos deveres e obrigações, para os demais anos de gestão estaremos transformando a ABCT em uma das maiores Associações de criadores do Brasil. Um entrave que estávamos passando com a raça Tabapuã era a falta de contato entre os criadores, a nova gestão da ABCT está focada na superação deste problema e em estreitar o vínculo para aumentar a variabilidade genética e a troca de informações entre todos os associados, promovendo uma maior interação e ganho final”

Indo mais a fundo

Pudemos ver, então, que a raça tabapuã apresenta diversas características únicas, que inclusive trouxeram à ela reconhecimento, sendo chamada, até mesmo, como “zebu brasileiro”, tanto pela sua performance no ganho de peso como suas características físicas.

Se você gostou desse conteúdo e pensa em adquirir e inserir raças ou espécies diversas na sua pecuária, tenho certeza que achará útil a leitura do nosso artigo sobre Búfalos no Brasil. Dessa forma, seu agronegócio alcançará patamares completamente novos e seus rendimentos serão superiores ao da competição!

Quer receber mais conteúdos como esse gratuitamente?

Cadastre-se para receber os nossos conteúdos por e-mail.

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.