Cerca elétrica rural: tudo que você precisa saber

Powered by Rock Convert

Você já reparou nas cercas elétricas instaladas no entorno de algumas propriedades rurais? Já se perguntou pra quê servem?

Você, com certeza, preza a segurança e o bem estar da sua fazenda. Então, iremos esclarecer aqui algumas dúvidas comuns sobre a implantação da cerca elétrica rural.

Continue a leitura deste artigo para entender do que se trata exatamente este tipo de cerca, suas vantagens, preços, forma de instalação, manutenção, aplicação na prática e algumas dicas de como instalar na sua propriedade!

Características gerais da cerca elétrica rural

Ao falarmos de cerca elétrica, a primeira ideia que vem a nossa mente é “segurança”. 

Mas… Será que é tão simples assim? Produtores encontraram na cerca elétrica a oportunidade de obter, além da segurança, maior eficiência na produtividade de sua criação. Alguns benefícios de utilizar as cercas elétricas rurais, incluem:

  • Proteção contra animais invasores;
  • Contenção dos seus próprios animais;
  • Divisão da área de circulação dos animais (manejo eficiente);
  • O animal engorda mais, pois será manipulado de forma a ter mais área livre para locomoção – o que ocasiona menos estresse;
  • São mais baratas que as cercas elétricas convencionais. Dependendo dos materiais escolhidos, a cerca elétrica rural chega a custar até ⅓ do valor da cerca comum;
  • Boa durabilidade;
  • Sua construção é fácil por ser feita de materiais leves;
  • Limitação de espaço para animais de pequeno porte;
  • Maior controle sobre o plantio de pastagem, pois será possível separar o gado de espaços em que sementes estiverem recém plantadas, evitando serem pisoteadas;
  • O animal, ao criar uma barreira psicológica, não irá estragar o cercado.

Menor custo, maior economia

O valor de instalação de uma cerca elétrica rural pode chegar a menos de ⅓ do valor da implementação de uma cerca tradicional. Este custo varia com o tipo do material utilizado e na soma do que será gasto com a estrutura da cerca na extensão da propriedade.

Em relação à manutenção, o custo agregado é quase zero. Isto acontece porque o material utilizado no alicerce da cerca não costuma apresentar defeitos no decorrer de sua vida útil.

O gasto mensal de energia elétrica com a cerca, por sua vez, é muito baixo. Por ser um equipamento que usa alta tensão, mas amperagem baixa, uma cerca elétrica (sem falhas de instalação) consome, em média, 3,6KW/mês. Compensa, não?

Quero instalar uma cerca elétrica rural. Por onde devo começar?

É importante definir qual o tipo de animal a cerca irá proteger (espécie, raça, altura, peso). Tendo isso bem definido, pode-se estruturar o local de forma adequada, com a quantidade de fios necessários, espaçamento, altura do cercado e tensão elétrica adequada.

Tipos de cerca elétrica

O produtor rural, antes de tudo, deverá escolher uma marca confiável para começar o projeto de instalação. É necessário prezar por serviços e produtos de qualidade para ter bons resultados do procedimento.

A cerca elétrica simples é aquela que só utiliza os materiais essenciais para sua implementação na propriedade, que são:

  • Estacas de madeira;
  • Fios de arame;
  • Eletrificador (de alta tensão e baixa corrente, emitindo pulsos elétricos);
  • Sistema de aterramento (hastes e canos).

Essa é uma opção descomplicada, eficaz e acessível!

Por outro lado, a cerca elétrica mais elaborada necessita dos seguintes componentes (além dos citados acima):

  • Isoladores. Eles podem ser em W, gancho curto, gancho longo ou vergalhão (de linha). Temos também os isoladores de canto, tipo catraca (para passagem);
  • Terminais de porteira;
  • Pára-raio (impede que o eletrificador queime por incidência de raios);
  • Chaves interruptoras, que permitem deixar ligada apenas a área em que o animal está pastando (setorização), diminuindo o custo da energia gasta;
  • Medidor de tensão e corrente elétrica, para verificar se a corrente que está passando na cerca está dentro dos parâmetros corretos ou não.

Agora, devemos levar em conta a suas exigências. Você gostaria de ter uma cerca elétrica simples ou uma mais complexa? Considere seus objetivos e o que deseja cercar para tomar a decisão mais acertada para o seu projeto!

Particularidades dos componentes: atente-se!

Não se deve instalar o isolador por dentro do poste, pois, por possuírem uma grande área de contato, fica mais fácil a oxidação do material por conta da chuva. Além disso, fica complicado para ver qualquer possível dano que venha a ocorrer no isolador se ele não estiver bem exposto.

Utilize arame próprio para cercas elétricas. A vantagem é que eles são difíceis de oxidar!

O aterramento serve para evitar danos irreversíveis à estrutura da cerca e, principalmente ao eletrificador. É importante evitar o uso de hastes de aço revestidas de cobre, por serem de qualidade inferior às de cobre puro. Além disso, utilize pelo menos três hastes enterradas por perto do eletrificador, de preferência em local molhado. Não se esqueça, também, de interligar as hastes com o mesmo arame da cerca para uní-las.

Há, também, uma infinidade de pára-raios no mercado… Pesquise a melhor marca e aproveite da tranquilidade em ter um produto de qualidade que estará protegendo a sua cerca da ação de descargas elétricas!

Tenho certeza que seguindo essas orientações você será capaz de implementar a cerca elétrica facilmente na sua fazenda. Até o próximo post!

Quer receber mais conteúdos como esse gratuitamente?

Cadastre-se para receber os nossos conteúdos por e-mail.

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.