4 vantagens da Aviação Agrícola

4 vantagens da Aviação Agrícola

Tecnologia no Campo

Um dos meios de aplicação de defensivos e produtos agrícolas que mais cresce no Brasil, a aviação agrícola se torna cada vez mais comum nas plantações brasileiras.

No momento em que o uso de agrotóxicos vive uma fase conturbada no meio sociopolítico, a aviação agrícola se impulsiona como um dos meios de aplicação mais seguros e eficientes entre os disponíveis. É o único que possui uma regulamentação específica que estipula as normas para essa prática, incluindo o modo de utilização das substâncias, maneiras de realizar a descontaminação e até o jeito correto de lavar o avião.

Além disso, a aviação agrícola possui diversos benefícios frente a outros modelos. Pensando nisso, montamos esse artigo especial sobre as vantagens da aviação agrícola!

Compactação do Solo

A compactação do solo ocasionadas por aplicações terrestres podem prejudicar muito o rendimento das culturas. Vários estudos apontam a necessidade de uma moderada compactação durante a semeadura, entretanto, a compactação de forma exagerada pode atrapalhar o crescimento saudável da plantação, principalmente em condições climáticas extremamente úmidas.

Um dos benefícios mais evidentes da da aplicação aérea é a ausência de compactação do solo. A passagem dos equipamentos pode prejudicar em até 5% o rendimento da cultura, tornando ainda mais vantajosa a relação custo e benefício da utilização da aviação agrícola.

aviação agricola
Embraer Ipanema realizando pulverização

Velocidade de Aplicação

Em muitos casos, a resposta a uma praga precisa ser muito rápida para evitar grandes perdas ao produtor rural. A aviação agrícola normalmente possibilita uma aplicação com rapidez e em um pequeno período de tempo.

Além disso, uma grande parte dos defensivos agrícolas é eficaz somente em fases específicas do crescimento. Se por algum motivo, o produtor perder ou atrasar esse estágio a qualidade e o rendimento da produção pode ser afetado negativamente. A aviação agrícola permite uma pulverização rápida, uma  média de 85 hectares por hora.

Outro ponto que afeta diretamente na velocidade da aplicação feita através de aeronaves está relacionado às condições necessárias para o início da pulverização. Após fortes chuvas os aplicadores terrestres precisam esperar que o solo seque, enquanto os aviões não precisam, podendo começar a aplicar os produtos antes.

Flexibilidade

A utilização de aeronaves possibilita que grandes áreas e muitas vezes remotas sejam pulverizadas, normalmente muito mais rápido e de forma mais eficiente que qualquer outra forma de aplicação

Outro ponto importante, é a facilidade da aviação agrícola atuar em terrenos montanhosos ou em plantações com vegetação densa nas suas redondezas ou no seu interior, enquanto outros métodos de aplicação não possuem essa flexibilidade frente às adversidades dos terrenos.

Uniformidade

Diferente da aplicação no solo, onde o terreno pode dificultar que o veículo mantenha a velocidade constante na aplicação, na aviação agrícola é possível manter o avião na mesma velocidade durante o processo, e para otimizar ainda mais, existem válvulas e sistemas de vazão que de forma automática compensam as variações da velocidade e posição do avião.

E aí? O que achou do tema? Para conhecer mais sobre a aviação agrícola indicamos o canal do Eduardo Romero, piloto e expert da aviação agrícola. Vale uma checada no canal: TudoNiveladoVisite também o Instagram e o Facebook do TudoNivelado

Saiba tudo sobre o GPS Agrícola
Aviação Agrícola: Saiba tudo sobre essa técnica de pulverização
Entenda tudo sobre Drones na Agricultura
MAIS PUBLICAÇÕES