Pecuária Extensiva: Entenda os principais conceitos sobre essa prática

Pecuária Extensiva: Entenda os principais conceitos sobre essa prática

Pecuária extensiva é a criação de animais em grandes áreas, a pasto, com fins de comercialização. Não demanda grandes investimentos, corresponde à 90% das atividades agropecuárias do Brasil e é o tipo de criação mais usado para o gado de corte.

Que a atividade agropecuária corresponde à parte expressiva do PIB do Brasil todos já sabemos, certo? Entender os conceitos, as vantagens e o que há de novo sobre a Pecuária Extensiva, exercício que condiz à 90% da agropecuária brasileira, se torna uma obrigação.

Se você está buscando entender melhor as definições relacionadas à Pecuária Extensiva e o que está por trás dessa atividade que gera bilhões para o Brasil todos os anos, preparamos esse artigo para você.

  • O que é Pecuária Extensiva
  • Pecuária Extensiva x Pecuária Intensiva
  • Vantagens da Pecuária Extensiva
  • Desvantagens da Pecuária Extensiva

agropecuaria foto

O que é Pecuária Extensiva?

Pecuária extensiva é a criação de animais em grandes áreas, a pasto, com fins de comercialização. Não demanda grandes investimentos, corresponde à 90% das atividades agropecuárias do Brasil e é o tipo de criação mais usado para o gado de corte.

Essa é a definição mais simplificada sobre Pecuária Extensiva. Para facilitar seu entendimento, vamos destrinchá-la em algumas partes importantes.

“Pecuária extensiva é a criação de animais em grandes áreas, a pasto…”

O principal ponto que distingue esse tipo de pecuária é a extensão da área de criação. Os animais são deixados livres em grandes áreas para pastoreio.

“…com fins de comercialização…”

É sempre importante lembrar que a agropecuária é um tipo de atividade voltada para o lucro. Desse modo, a criação dos animais visa a comercialização dos bens gerados, como a carne ou o leite.

Curso Online sobre Engorda a Pasto

SAIBA MAIS

Diferença entre pecuária extensiva e pecuária intensiva

As diferenças entre as pecuárias extensiva e intensiva são consequências da área utilizada para a criação dos animais.

Na pecuária extensiva os animais são deixados livres para pastoreio em uma grande extensão. O monitoramento do gado é mais difícil e não é necessário alto investimento, já que o gado retira alimentos no próprio pasto. Além disso, não é necessária mão de obra especializada para essa atividade e, por oferecer liberdade aos animais, é usado na pecuária de corte.

Já na pecuária intensiva os animais são confinados em pequenos espaços. Com o uso da tecnologia é possível monitorar o gado e maximizar os resultados. Além disso, a mão de obra para conseguir controlar a produção deve ser especializada. Os custos são mais altos, mas a produtividade também aumenta. Já que nessa estratégia pode-se ter um controle maior na nutrição dos animais, é indicado para a pecuária leiteira.

agropecuária

Vantagens da Pecuária Extensiva

Baixa necessidade de investimentos

Por ter uma grande área para pastoreio, os animais podem retirar os insumos da própria terra. Se torna, assim, mais barata que a Pecuária Intensiva.

Ideal para o Gado de Corte

O rebanho destinado para o Gado de Corte precisa de liberdade e espaço. A pecuária extensiva supre essa necessidade, além de ser mais barata.

Desvantagens da Pecuária Extensiva

Maior trabalho para Gestão do Gado

Por ter o gado espalhado em uma extensão muito grande e com muita liberdade, é difícil conseguir controlar os animais e fazer análises sobre o processo produtivo. Hoje, alguns softwares, como o da BovControl, ajudam nesse monitoramento. A falta desse controle está diretamente relacionada à baixa produtividade desse tipo de atividade.

Baixa produtividade e degradação

A lucratividade na pecuária extensiva é relacionada ao tamanho da área utilizada, não na maximização dos resultados. Deixando o gado solto, sem muito controle, poupa-se dinheiro. Uma das consequências da prática da pecuária extensiva é a degradação do ambiente. Segundo a Embrapa, a densidade de cabeças de gado bovino no Brasil é de 1 cabeça por hectare.

Suplementação Mineral

As forragens não têm todos os minerais necessários para a nutrição animal. Para suprir essa falta de minerais, é necessário ter cuidado com a suplementação do gado. Esse cuidado pode dar muito trabalho e aumentar os custos da criação. O processo de silagem, mesmo sendo usado em alguns casos na pecuária extensiva, é muito mais comum na pecuária intensiva.

Quer saber mais sobre esse e muitos outros assuntos do mundo do Agronegócio?

Acompanhe o blog Tecnologia no Campo!

Quero ficar por dentro das tecnologias para o agronegócio!

8 Tecnologias
Descubra quais capins ensilar e suas vantagens nutricionais
8 tecnologias que mudaram as atividades no campo
Descubra como produzir silagem de milho com qualidade
MAIS PUBLICAÇÕES
2018-12-06T23:12:20+00:00 1 Comment

About the Author:

One Comment

  1. João 16/04/2018 at 12:15 - Reply

    Muito obrigado pelas informações, tirou muitas dúvidas!

    MUUUUUU

Leave A Comment