Desenrola Brasil: conheça a nova iniciativa do governo

O objetivo do programa é renegociar as dívidas e possibilitar que cada cidadão limpe seu nome.

Desenrola Brasil: conheça a nova iniciativa do governo

Neste artigo, apresentaremos tudo o que se sabe até agora sobre o Desenrola Brasil, incluindo detalhes sobre como ele funcionará e as faixas de elegibilidade para inscrição.

Para saber mais sobre o Desenrola Brasil, suas diretrizes e o cronograma das atividades, basta clicar no botão abaixo.

Como funcionará o Desenrola Brasil?

O Desenrola Brasil é uma iniciativa de extrema importância que visa à renegociação das dívidas de pessoas físicas. Seu objetivo principal é regularizar a situação financeira de indivíduos que estão inadimplentes.

O programa se destina às pessoas com CPF negativado, ou seja, aquelas que possuem dívidas registradas nos principais órgãos de proteção ao crédito do país, como Serasa e SPC Brasil, durante o período estipulado.

A estimativa é que mais de 30 milhões de brasileiros sejam beneficiados por essa iniciativa, oferecendo a eles a oportunidade de recuperar sua saúde financeira.

Os principais objetivos do Desenrola Brasil são:

  1. Estimular a renegociação das dívidas de pessoas inscritas em cadastros de inadimplentes, oferecendo condições favoráveis para a regularização das pendências financeiras.
  2. Simplificar e agilizar o processo de negociação entre os credores e os endividados, facilitando a comunicação e o entendimento mútuo.
  3. Viabilizar o retorno dos consumidores ao mercado de crédito de forma responsável e sustentável.

Entenda as regras do programa

Para colocar o programa em prática, o governo dividiu aqueles que possuem dívidas em diferentes faixas, estabelecendo regras específicas para o Desenrola Brasil. Veja como funciona a divisão de faixas do programa:

Faixa I:

  • Destinada a pessoas com renda de até dois salários-mínimos (equivalente a R$ 2.640) e inscritas no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal (CadÚnico).
  • Permite a renegociação de dívidas bancárias e não bancárias, desde que o valor total não ultrapasse R$ 5 mil.
  • Não inclui dívidas relacionadas a crédito rural, financiamento imobiliário, créditos com garantia real ou operações com funding e risco de terceiros, entre outras operações determinadas pelo Ministério da Fazenda.

Faixa II:

  • Direcionada a indivíduos com dívidas em instituições financeiras que não se enquadram na Faixa I.
  • Oferece a oportunidade de negociação direta com as instituições financeiras, com o apoio e incentivo do governo.
  • Credores que aderirem a essa iniciativa estarão comprometidos em perdoar dívidas e retirar o nome dos consumidores que possuem débitos de até R$ 100.

Para participar, entre no site Gov.br.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*Os comentários não representam a opinião do portal ou de seu editores! Ao publicar você está concordando com a Política de Privacidade.

Sem comentários
string(4) "4096"