internet rural

Internet Rural: Opções da Internet via Satélite vs DSL

Tecnologia no Campo

Internet Rural: As áreas rurais e pequenas cidades do Brasil geralmente têm bem menos opções de Internet do que as áreas urbanas.

A situação está melhorando lentamente, mas, por enquanto, os residentes rurais pagam taxas mensais mais altas por serviços mais lentos e piores. (É o preço de todo esse ar limpo.)

Com todo avanço da tecnologia no campo e evolução das Agtechs, cada vez mais se torna necessário o acesso à internet no campo. Para conseguir aproveitar o que a agricultura 4.0 e a pecuária 4.0 têm a oferecer, o produtor rural tem que conhecer de perto as opções de internet rural e saber qual tem o melhor custo benefício para sua propriedade.

Neste artigo separamos os 3 principais tipos de internet rural e vamos explicar suas vantagens e desvantagens. As três principais opções de internet disponíveis nas áreas rurais são:

  • DSL. Geralmente esse tipo de internet rural é a melhor opção, pois obtém velocidades mais rápidas. No entanto, o serviço DSL rural pode não estar disponível em todas as áreas.
  • Satélite. A internet por satélite é a opção de internet rural mais prontamente disponível, mas geralmente é a opção mais lenta.
  • Wireless fixo. O acesso sem fio fixo geralmente é a opção mais rápida para quem mora em uma área rural, mas é a mais.

Então, qual é o melhor para a sua propriedade?

Internet rural via satélite vs DSL

Internet Rural
A internet via satélite parece futurista, mas o DSL geralmente possui velocidades e confiabilidade mais fortes nas áreas rurais.

Os serviços de satélite e DSL geralmente podem ser encontrados na mesma área, mas as duas tecnologias funcionam de maneira bem diferente uma da outra.

A Internet via satélite depende de uma antena física montada no seu telhado para receber sinais do espaço, enquanto a internet DSL fornece Internet usando o seu telefone fixo.

A tecnologia da antena parabólica vem melhorando nos últimos anos e está alcançando rapidamente as velocidades de conexão DSL Em algumas áreas, a diferença de velocidade entre os dois tipos de internet é insignificante.

O DSL utiliza sua linha telefônica, mas não interrompe chamadas telefônicas. Normalmente, as velocidades DSL são mais rápidas que o satélite, mas as velocidades podem variar de acordo com o plano contratado.

Tanto a internet via satélite quanto a internet DSL têm seus próprios pontos fortes e fracos. Aqui listamos alguns

Prós e contras da Internet rural via satélite

Embora geralmente não seja o caso, às vezes a Internet via satélite é mais rápida que o DSL. Velocidades mais rápidas dependerão amplamente da sua localização e do plano contratado.

Vantagens da internet via satélite

  • Disponibilidade: a internet via satélite está disponível em praticamente qualquer lugar que você possa ver o céu
  • Velocidade pode ser boa: Dependendo da localização, pode oferecer velocidades mais rápidas que o DSL
  • Resiliência: já que tem necessidade de menos equipamentos no solo em comparação com outros provedores de internet terrestres, a internet via satélite tem menos probabilidade de sofrer danos durante condições climáticas extremas e outras emergências. Isso significa que o serviço tende a falhar com menos frequência e pode ser restaurado rapidamente no caso improvável de que algo seja quebrado.

Desvantagens da internet via satélite

  • Duração mínima de contrato geralmente mais longa (geralmente em torno de 2 anos)
  • Precisa ter uma antena instalada
  • Custos mais altos de equipamentos para implementação

Prós e contras da Internet DSL

Embora os provedores de internet rural sejam poucos e distantes, um bom provedor de serviços DSL pode ser um salva-vidas para a conectividade da sua propriedade.

Prós

  • Necessária instalação mínima de equipamentos
  • Geralmente não vem com contratos de longo prazo
  • Não há necessidade de instalação de equipamentos pesados

Contras

  • Pode ser proibitivamente lento se você estiver longe do escritório ou ponto de acesso local

DSL vs Satélite – Qual é o Melhor?

Como regra geral, o DSL é a melhor opção – especialmente se você usa o Netflix. No entanto, o DSL e o Satélite têm o potencial de ser “melhor” para você, dependendo da sua situação.

Por exemplo, na maioria dos casos, o DSL é um serviço geral melhor para áreas rurais, mas em áreas onde as velocidades atingem apenas 1 a 5 Mbps (megabits por segundo), a Internet via satélite pode ser realmente mais rápida. Além disso, uma conexão via satélite é a única opção de internet rural disponível em quase todos os lugares.

Obviamente, uma das principais desvantagens do satélite é que os planos da Internet tendem a vir com limites de dados restritivos. Isso limita você a funções mais básicas da Internet e praticamente proíbe atividades com muita largura de banda, como a transmissão regular da Netflix.

Os limites de satélite geralmente variam de 40 GB a 150 GB para a maioria dos provedores.

Depois de atingir o limite, você pode perder a conexão com a Internet em casos extremos. No entanto, a maioria dos usuários ainda pode acessar a Internet em velocidades extremamente limitadas ou limitadas.

Compare isso com o DSL, onde os limites são geralmente muito mais altos, geralmente em torno de 1.000 GB. Você pode consumir centenas de gigabytes rapidamente, transmitindo vídeos em HD, lembre-se disso ao tomar sua decisão.

Para resumir, aqui estão os principais pontos ao comparar o serviço DSL rural x Satélite:

    • As velocidades da Internet da antena parabólica geralmente são mais lentas que a DSL – a menos que você esteja longe do ponto de acesso.
    • Os planos de Internet via satélite limitam você com limites de dados e termos de contrato longos (geralmente).
    • A internet via satélite oferece internet mais facilmente disponível, enquanto o DSL pode não estar disponível onde você mora.

Provedores de Internet Rural DSL e Satélite

Se você está procurando os melhores provedores de internet rural, listamos os principais fornecedores no Brasil:

ViaSat

A ViaSat é uma multinacional americana que atua forte no mercado brasileiro desde 2019. Utilizando internet via satélite e em parceria com a Telebras, a operadora atende todos os estados brasileiros com o seu serviço de qualidade.

Inicialmente, a companhia optou por ter apenas dois planos de Internet:

  • Velocidade de 10 Mbps, franquia de 40 GB e mensalidade de R$ 349 (por conta do lançamento,  o preço está a R$ 199 nos primeiros três meses), com mais R$ 300 para a instalação do equipamento (antena, modem etc.).
  • Velocidade de 20 Mbps e franquia de 80 GB por R$ 419 mensais (e valor promocional de R$ 349 nos primeiros três meses). O valor de ativação também é de R$ 300.

Líder no mercado americana, a empresa é cotada para assumir a liderança no mercado brasileiro e já têm parceiros estratégicos para atender com qualidade todo território nacional.

HughesNet

A Hughes Network Systems é uma multinacional americana que oferece  banda larga via satélite e tecnologias inovadoras de rede, serviços gerenciados e soluções empresariais e governamentais no mundo todo.

A Hughes já entregou mais de 4,8 milhões de sistemas para clientes, em mais de cem países. O número representa cerca de 50% do mercado.

TIM

O Liberty Web Rural é o plano de internet fixa disponibilizado pela multinacional italiana para os clientes das áreas consideradas rurais.

O cliente pode adquirir uma franquia de 500 MB por mês para navegar a uma velocidade de conexão mínima de 256 Kbps de download e 128 Kbps de upload. Caso o pacote seja ultrapassado no mês, a velocidade será reduzida para 100 Kbps.

Por enquanto, os estados que contam com a cobertura da internet rural TIM Liberty são Rio de Janeiro, Paraná, Santa Catarina e Espírito Santo. A tarifação da franquia de 500 MB é de R$ 32,59 por mês

Também há a internet rural da TIM via chip, a qual custa R$ 99,90 por mês, oferecendo uma franquia de 50 GB, com modem wi-fi incluso.

Vivo

Se você deseja ver quais provedores estão disponíveis onde você mora, recomendamos que entre em contato com esses fornecedores.

O serviço de satélite “ilimitado” é realmente ilimitado?

Recentemente, vários grandes fornecedores começaram a oferecer aos clientes pacotes “ilimitados” de internet via satélite. Isso pode parecer uma opção atraente à primeira vista, mas percebemos que muitos desses planos tendem a vir com “diretrizes” de dados no lugar de limites rígidos.

O que isso significa para você é que, uma vez que essas “diretrizes” sejam excedidas, o provedor acelerará sua conexão, diminuindo consideravelmente a velocidade (mesmo se você estiver no meio do mês).

Isso pode fazer com que até mesmo as tarefas mais básicas online sejam dolorosamente lentas, por isso é importante entender qual é esse número antes de se inscrever em um desses planos.

Internet via satélite vs TV via satélite

Um equívoco comum é que TV via satélite e Internet via satélite são a mesma coisa. De fato, esses serviços são fornecidos por empresas separadas. A partir de 2018, nenhum dos grandes provedores de internet via satélite possui seu próprio serviço de TV. Dito isto, eles geralmente agregam serviços a serviços de TV via satélite, como a DirecTV.

DirecTV e Dish TV são duas das opções mais populares de TV via satélite disponíveis. Embora eles não ofereçam o mesmo nível de flexibilidade que os cabos, eles geralmente proporcionam mais retorno do que qualquer serviço de “TV digital” que a DSL tem a oferecer.

Por que existem tão poucas opções de Internet rural?

Nos últimos anos, as áreas urbanas viram um aumento nas opções acessíveis e de alta velocidade da Internet de uma variedade de provedores e serviços. Por que, então, mais desses não chegaram ao país?

Não é de surpreender que o alto custo da expansão seja uma razão significativa de as opções de alto desempenho, como cabo e fibra, ainda não terem se espalhado pelo país. Em áreas de alta densidade populacional, essas empresas podem justificar o pagamento de novas linhas caras, mas em áreas onde você não vê outra casa por quilômetros, a matemática simplesmente não se compara.

Quando falamos de um país tão grande como o Brasil, ter infraestrutura espalhada por todo o território se torna um desafio a ser vencido.

Apesar disso, estão sendo feitos progressos que podem levar o acesso à Internet de alta velocidade até às regiões mais remotas do país. Melhorias na tecnologia de satélites, por exemplo, em breve poderão permitir velocidades muito mais altas, bem como um aumento drástico dos limites de dados, eliminando duas das principais desvantagens do serviço atual.

Empresas como a SpaceX anunciaram planos para lançar satélites de baixa órbita para competir com a DSL já em 2020.

Outra solução potencial depende inteiramente de um tipo diferente de conexão. Em todo o país, fornecedores menores e independentes estão começando a oferecer aos consumidores uma alternativa ao satélite e ao DSL . Essas empresas são comumente referidas como WISPs, ou provedores de serviços de Internet sem fio, e oferecem o que é chamado de serviço “fixo sem fio” que pode suportar velocidades de download surpreendentemente rápidas.

Projeto Airbrand: Microsoft entrando no jogo da internet rural

Uma das maiores empresas no mundo, a Microsoft pretende conectar mais de 40 milhões de pessoas à internet até julho de 2022. A iniciativa Airbrand foi Lançada em 2017 e visa o aprimoramento da internet em regiões rurais dos Estados Unidos. Em 2019, sua magnitude chegou até a Colômbia e à África subsaariana, em Gana.

Nos EUA, a Microsoft faz o uso de TVWS, espaços em branco de TV não utilizados e que operam no espectro de 600 MHz para fazer a distribuição de banda larga a três milhões de pessoas.

Banda larga sem fio fixa vs Internet rural via satélite e DSL

A rede sem fio fixa é um tipo de serviço de Internet que difere do satélite e do DSL de várias maneiras significativas.

A principal diferença está em como o sinal chega à sua casa em primeiro lugar. Em vez de depender de um satélite ou de uma fiação física, a tecnologia sem fio fixa funciona por meio de uma conexão direta ponto a ponto com um ponto de acesso.

Isso geralmente significa velocidades mais rápidas que o satélite e o DSL; portanto, se estiver disponível na sua área, provavelmente é o caminho a percorrer.

Infelizmente, uma das principais limitações práticas da conexão sem fio fixa é que não é um serviço muito difundido. Isso ocorre devido a vários fatores, mas um problema é que você precisa ter uma conexão de linha de visão com o ponto de acesso, que pode estar a vários quilômetros de distância de sua casa. Em áreas com terreno irregular, isso pode ser complicado, se não impossível.

Obviamente, sempre vale a pena verificar se esse tipo de serviço está disponível em sua área.

Opções rurais da Internet: Slim Pickings

As opções de Internet rural ainda são bastante limitadas hoje. Está sendo feito progresso em novas tecnologias que possam oferecer um melhor serviço em um futuro próximo, mas, por enquanto, a internet via satélite e o DSL provavelmente serão os melhores para a maioria dos usuários.

Dito isto, o serviço de satélite ainda é a única tecnologia que funcionará em qualquer lugar.

Fonte: https://broadbandnow.com/guides/satellite-vs-dsl-rural-internet

Quer receber mais conteúdos como esse gratuitamente?

Cadastre-se para receber os nossos conteúdos por e-mail.

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.