Forrageira

Forrageira: saiba tudo sobre esse tipo de alimentação animal

Se você é produtor pecuarista, certamente já ouviu falar em plantas forrageiras. São diversas as espécies que podem ser utilizadas para a alimentação e pastagem do gado.

As plantas forrageiras são divididas em duas categorias: gramíneas ou leguminosas. Sabendo disso, para escolher a planta forrageira adequada para os seus objetivos, é necessário considerar diversos fatores. Portanto, é preciso considerar que o clima, o período do ano, plantas locais, animais e solo podem influenciar no crescimento e qualidade das forrageiras.

Preparamos um artigo com tudo o que você precisa saber antes de decidir a forragem que atende melhor às suas necessidades. Boa leitura!

O que é forrageira?

Forragem é o nome dado às plantas que servem para a alimentação animal. Portanto, plantas forrageiras são aquelas colocadas nos ambientes onde são realizadas as pastagens.

Essas plantas oferecem diversos benefícios para o sistema de produção, pois protegem o solo e também servem como alimento altamente nutritivo para o animal. Podemos considerar, então, que as plantas forrageiras aumentam significativamente a produtividade da pecuária baseada em pastagens. 

Além disso, ela também pode ser colhida para a produção do alimento que será fornecido ao gado. Se armazenado corretamente, em silos, o feno irá manter suas características e nutrientes que trazem benefícios aos animais.

Tipos de forrageira

Conheça, a seguir, algumas plantas que podem ser utilizadas como forragem:

  • Capim braquiária: essa planta se adapta bem aos solos com baixa fertilidade e às condições climáticas do Brasil. Esse capim é muito utilizado para a alimentação do gado;
  • Capim mombaça: é uma planta tropical que se estabelece em solos argilosos e arenosos. Ideal para a alimentação de bovinos e caprinos, pois é uma gramínea extremamente nutritiva;
  • Capim elefante: é uma gramínea que se adapta melhor em ambientes com o clima quente. Portanto, o capim elefante é resistente ao fogo e à seca. Além disso, é uma planta que se multiplica facilmente. É utilizada para o pastejo e para a produção de silagem e feno;
  • Aveia: é uma gramínea que não se adapta bem em solos muito úmidos. Pode ser utilizada para a produção de forragem, e a aveia preta é mais utilizada para pastagens;
  • Feijão-miúdo: uma leguminosa que resiste bem ao clima seco. Pode ser plantado nos principais tipos de solo, mas não é recomendada para ambientes com o solo mais úmido;
  • Alfafa: é uma leguminosa que se adapta melhor ao clima frio. Pode ser utilizada para o feno e para a pastagem. Além disso, é extremamente nutriente para os equinos, tendo sido muito utilizada na alimentação desses animais.

São diversas as plantas que podem ser utilizadas para a forragem. Portanto, é necessário que haja cautela no momento de escolha. Fatores climáticos e o estado do solo devem sempre ser levados em consideração, pois cada uma delas se desenvolve melhor em diferentes ambientes.

Armazenamento de forragem

É necessário armazenar corretamente a forragem para que não haja perda de nutrientes. Além disso, o armazenamento permite que o insumo seja utilizado por mais tempo para a alimentação animal, suprindo os períodos de escassez.

Uma das técnicas de armazenamento mais utilizadas é a fenação. Nela, a forragem é desidratada, reduzindo a quantidade de água nas plantas. Assim, o feno pode ser armazenado em silos, por exemplo, por muito mais tempo, sem que perca as propriedades nutritivas.

Além disso, existe uma grande variedade de plantas forrageiras que podem ser utilizadas para esse processo. São elas: gramíneas, plantas leguminosas ou plantas herbáceas.

Quais as melhores marcas de trituradores de forragem?

Para a produção das forragens, é necessário triturar e cortar as plantas. Dessa maneira, a umidade é retirada, permitindo que elas sejam armazenadas por mais tempo. Portanto, é necessário adquirir um triturador para esse processo.

Existe uma grande diversidade de modelos de trituradores disponíveis no mercado. A forrageira trapp, por exemplo, é uma opção para a produção da forragem. Ela tem a função de triturar e cortar as forragens e, com ela, também é possível moer cascas e sementes.

Então, gostou do nosso artigo sobre as plantas forrageiras e de saber mais sobre como elas podem ser altamente nutritivas para a alimentação animal? 

Aproveite para ler também sobre o Capim Mombaça, uma planta que se adapta bem em diferentes tipos de clima. Além disso, ele é extremamente nutritivo para os animais, fundamental para o período de crescimento.

Quer receber mais conteúdos como esse gratuitamente?

Cadastre-se para receber os nossos conteúdos por e-mail.

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.
Ops! Captcha inválido, por favor verifique se o captcha está correto.

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.