Sistema poodle e papatinho na agricultura

Cotação do milho: saiba como acompanhar

Tecnologia no Campo

O milho tem participação no PIB (Produto Interno Bruto) brasileiro, gera emprego e renda e é um dos principais produtos exportados pelo país.

Importante para o crescimento econômico do país, a produção de milho agrega valor à produção rural dos brasileiros.

Você vai ver nesse post:

  • Como acompanhar cotação do milho?
  • Quem deve acompanhar cotação do milho?
  • Milho

Como acompanhar cotação do milho?

O milho é negociado nas bolsas de valores de todo o mundo, e a partir dos valores negociados, conseguimos saber a cotação do milho. A negociação é feita enquanto às bolsas de valores estão abertas, e as cotações em tempo real podem ser acompanhadas pelos principais portais de investimento. São eles:

Para quem não quer operar a commoditie na bolsa de valores, mas sim ver a cotação com fins agrícolas, pode ficar tranquilo! Você pode conferir aqui no nosso site.

Além disso, existem diversos portais que resumem a cotação diária, tanto da tonelada, quanto da saca de soja. São eles:

Quem deve acompanhar a cotação do milho?

A cotação diária do milho, pode influenciar em diversas decisões do negócio. Dessa forma, todos da cadeia produtiva da commoditie devem acompanhar as cotações. Os investidores interessados também devem acompanhar a cotação desse grão.

Milho

O milho tem muitas aplicações, incluindo ração para animais, etanol, xarope de milho com alto teor de frutose, amido de milho, bebidas alcoólicas, desodorante, colírios e muito mais. O preço do milho é afetado pelo mercado de etanol, preços do petróleo, demanda chinesa, dólar e clima. Os locais de negociação mais importantes para o milho são a Junta Comercial de Chicago (CBOT), a Bolsa de Mercadorias e Futuros, a Marche a Terme International de France, a Bolsa de Mercadorias de Budapeste, a Bolsa de Mercadorias de Kanmon e a Bolsa de Grãos de Tóquio.

O milho, também conhecido como milho, foi domesticado pela primeira vez no sul do México 10.000 anos atrás. Os europeus foram introduzidos na colheita em 1492 depois que Cristóvão Colombo trouxe o milho com ele depois de visitar Cuba. O milho é uma cultura flexível que pode ser cultivada em diversos climas e regiões.

Existem seis variedades diferentes de milho, milho doce, pipoca, milho farinha, milho dent, milho sílex e milho pod. O milho doce é uma variedade naturalmente doce que é colhida nos estágios iniciais, enquanto a pipoca é caracterizada por uma casca dura e um teor mínimo de amido macio. O milho farinha é uma das variedades mais antigas de milho que possui teor de amido mole, mas o milho amassado é responsável pela maior parte da produção nos EUA. O milho flint é encontrado principalmente na América Central e do Sul, enquanto o milho pod é principalmente ornamental. Variedades geneticamente modificadas são encontradas nos Estados Unidos, Argentina e Canadá. A maior parte do milho produzido nos Estados Unidos é cultivada no Centro-Oeste entre os meses de abril e junho e é colhida em outubro ou novembro.

Quer receber mais conteúdos como esse gratuitamente?

Cadastre-se para receber os nossos conteúdos por e-mail.

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.
Ops! Captcha inválido, por favor verifique se o captcha está correto.

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.