Agricultura de precisão: conheça as principais tecnologias no campo que estão mudando a vida dos agricultores

Agricultura de precisão: conheça as principais tecnologias no campo que estão mudando a vida dos agricultores

A constante evolução das tecnologias agrícolas não se restringe às melhorias genéticas e novas técnicas de cultivo. A preocupação com o gerenciamento de resíduos e as perdas com agroquímicos e fertilizantes têm sido o enfoque das pesquisas nos últimos anos.

De acordo com estudos da Embrapa, as perdas com volatilização de herbicidas podem variar de 2% a 90%, além das perdas na ordem de 2 a 3% adsorvidos às partículas de solo carreado e até 1% em solução na água escoada superficialmente.

Uma das formas de amenizar esses problemas é aumentar a eficiência na forma de aplicação dos produtos. Desse jeito, o produtor evita perdas de agroquímicos por deriva ou a adubação em áreas em que não há necessidade, além de contribuir para a manutenção do equilíbrio do ecossistema e garantir maior rentabilidade ao produtor a longo prazo.

E todos esses fatores estão inseridos dentro de uma importante ferramenta do agronegócio: a agricultura de precisão.

Se você quer saber mais sobre o conceito de agricultura de precisão e algumas novidades do mercado, esse post é pra você.

O que é a agricultura de precisão?

Agricultura de precisão consiste em reunir diversas tecnologias que possibilitam ao produtor mapear certas áreas de sua lavoura. Com essa tecnologia o produtor pode gerenciar o manejo de forma segura e determinada para cada região respeitando a heterogeneidade das características químicas e físicas e favorecendo o diagnóstico dos problemas existentes.

É importante ressaltar que a agricultura de precisão não aumenta a produtividade da lavoura. Através dela, otimiza-se a mão-de-obra, maquinário e a aplicação de insumos, que proporcionam um aumento na rentabilidade e maior preservação ambiental em um longo espaço de tempo.

Tecnologias no Campo

Pilotos automáticos

No início da agricultura mecanizada, era fundamental a capacitação de funcionários para a correta operação dos tratores e pulverizadores, como a manutenção da velocidade constante e a sobreposição adequada dos jatos de pulverização.

No entanto, naturalmente, a incidência de erros era grande e resultava em aplicações imprecisas, que comprometiam todo o processo de produção.

Atualmente, para minimizar a imprecisão humana, existem tecnologias que permitem  guiar maquinários agrícolas de forma automática.

Uma das opções do mercado é o sistema Autopilot. Oferecida pela Trimble, o sistema consiste na instalação de um sensor hidráulico chamado “autosense”. Esse sensor que possui um algoritmo responsável por corrigir o erro natural do sinal de GPS agrícola, obtendo a máxima precisão nas operações de campo.

agricultura de precisão

Além disso, o sistema Trimble oferece vários níveis de precisão, podendo exigir uma base fixa no solo para corrigir o sinal de satélite (sistema RTK) ou correção por satélite geoestacionário (RTX) de acordo com a opção do cliente.

Controle de aplicação de insumos

Um dos principais problemas existentes num ciclo produtivo é a aplicação inadequada de agroquímicos.

É um grande desafio para o produtor respeitar as melhores condições climáticas para obter a maior absorção dos produtos pelas folhas e evitar perdas por derivas que podem afetar áreas vizinhas, especialmente na aplicação de herbicidas.

Atualmente, o que há de mais moderno no mercado é um sistema que oferece a aplicação do produto somente no alvo selecionado. Esta tecnologia, chamada de Weedseeker e também oferecida pela Trimble, atua através da leitura NDVI (Normalized Difference Vegetation Índex) ou, em tradução livre, Índice de Vegetação da Diferença Normalizada.

agricultura de precisão

A partir da leitura por luz vermelha e infravermelha das plantas, o sistema permite a aplicação dos herbicidas somente nas plantas invasoras, o que pode gerar uma economia de até 90% com os agroquímicos.

Adubação de precisão

Outra importante ferramenta presente no mercado é o mapeamento de fertilidade do solo. Este sistema é oferecido por diversas empresas no mercado, inclusive algumas cooperativas agrícolas. Um exemplo, é a COAMO Cooperativa Agroindustrial, que possui um sistema de agricultura de precisão disponível aos seus cooperados com um grid amostral de 1 ou 2 hectares.

As amostras obtidas neste sistema podem ser:

  • Simples

Avaliação de macronutrientes e enxofre de 0 a 20 centímetros;

  • Compostas

Avaliação de macronutrientes, micronutrientes e enxofre de 0 a 20 centímetros, avaliação granulométrica e macronutriente de 0 a 40 centímetros e 20 a 40 centímetros, respectivamente.

Além disso, esse sistema leva em consideração os teores de argila de cada amostra, o que favorece a precisão na recomendação dos teores de fósforo e calcário.

O sistema de mapeamento de fertilidade permite a adubação em taxas variáveis, evitando a adubação excessiva em áreas onde não há necessidade.

Correções de relevo

As perdas por erosão foram responsáveis por inúmeros estudos que mudaram a agricultura nos últimos anos, principalmente com a adoção do plantio direto e outras formas de cultivo que não expusessem excessivamente o solo às intempéries climáticas.

Porém, alterações naturais de relevo ainda exigem correções, como o terraceamento e nivelamento do solo, para minimizar a erodibilidade do solo com conseqüente perda de nutrientes e assoreamento de rios.

O sistema Trimble Water Management oferece correção de micro-relevo e construção de terraços com piloto automático.

Utilizando a tecnologia de precisão RTK, as taipas são posicionadas adequadamente respeitando as pendentes naturais do relevo. Dessa maneira, o sistema consegue gerar:

  • menor movimentação de terra
  • menor gasto de combustível
  • após concluída a operação, as lâminas de água se distribuem uniformemente no solo, favorecendo sua conservação.
agricultura de precisão

Mapeamento de Nematóides

Os nematóides são um dos principais problemas existentes na agricultura. Presentes no solo, estes parasitas entram nos vasos condutores das plantas e impedem a correta absorção nutricional, reduzindo significativamente a produtividade, além de serem de difícil detecção a campo.

A SGS Unigeo oferece um sistema de mapeamento georreferenciado, que permite o acompanhamento das infestações ao longos das safras e as medidas de solução mais adequadas para cada área mapeada de forma que os níveis de danos econômicos permaneçam o mais baixo possível.

mapeamento de nematoide

A constante evolução das tecnologias agrícolas não se restringe às melhorias genéticas e novas técnicas de cultivo. A preocupação com o gerenciamento de resíduos e as perdas com agroquímicos e fertilizantes têm sido o enfoque das pesquisas nos últimos anos.

De acordo com estudos da Embrapa, as perdas com volatilização de herbicidas podem variar de 2% a 90%, além das perdas na ordem de 2 a 3% adsorvidos às partículas de solo carreado e até 1% em solução na água escoada superficialmente.

Uma das formas de amenizar esses problemas é aumentar a eficiência na forma de aplicação dos produtos. Desse jeito, o produtor evita perdas de agroquímicos por deriva ou a adubação em áreas em que não há necessidade, além de contribuir para a manutenção do equilíbrio do ecossistema e garantir maior rentabilidade ao produtor a longo prazo.

E todos esses fatores estão inseridos dentro de uma importante ferramenta do agronegócio: a agricultura de precisão.

Se você quer saber mais sobre o conceito de agricultura de precisão e algumas novidades do mercado, esse post é pra você.

O que é a agricultura de precisão?

Agricultura de precisão consiste em reunir diversas tecnologias que possibilitam ao produtor mapear certas áreas de sua lavoura. Com essa tecnologia o produtor pode gerenciar o manejo de forma segura e determinada para cada região respeitando a heterogeneidade das características químicas e físicas e favorecendo o diagnóstico dos problemas existentes.

É importante ressaltar que a agricultura de precisão não aumenta a produtividade da lavoura. Através dela, otimiza-se a mão-de-obra, maquinário e a aplicação de insumos, que proporcionam um aumento na rentabilidade e maior preservação ambiental em um longo espaço de tempo.

Tecnologias no Campo

Pilotos automáticos

No início da agricultura mecanizada, era fundamental a capacitação de funcionários para a correta operação dos tratores e pulverizadores, como a manutenção da velocidade constante e a sobreposição adequada dos jatos de pulverização.

No entanto, naturalmente, a incidência de erros era grande e resultava em aplicações imprecisas, que comprometiam todo o processo de produção.

Atualmente, para minimizar a imprecisão humana, existem tecnologias que permitem  guiar maquinários agrícolas de forma automática.

Uma das opções do mercado é o sistema Autopilot. Oferecida pela Trimble, o sistema consiste na instalação de um sensor hidráulico chamado “autosense”. Esse sensor que possui um algoritmo responsável por corrigir o erro natural do sinal de GPS agrícola, obtendo a máxima precisão nas operações de campo.

agricultura de precisão

Além disso, o sistema Trimble oferece vários níveis de precisão, podendo exigir uma base fixa no solo para corrigir o sinal de satélite (sistema RTK) ou correção por satélite geoestacionário (RTX) de acordo com a opção do cliente.

Controle de aplicação de insumos

Um dos principais problemas existentes num ciclo produtivo é a aplicação inadequada de agroquímicos.

É um grande desafio para o produtor respeitar as melhores condições climáticas para obter a maior absorção dos produtos pelas folhas e evitar perdas por derivas que podem afetar áreas vizinhas, especialmente na aplicação de herbicidas.

Atualmente, o que há de mais moderno no mercado é um sistema que oferece a aplicação do produto somente no alvo selecionado. Esta tecnologia, chamada de Weedseeker e também oferecida pela Trimble, atua através da leitura NDVI (Normalized Difference Vegetation Índex) ou, em tradução livre, Índice de Vegetação da Diferença Normalizada.

agricultura de precisão

A partir da leitura por luz vermelha e infravermelha das plantas, o sistema permite a aplicação dos herbicidas somente nas plantas invasoras, o que pode gerar uma economia de até 90% com os agroquímicos.

Adubação de precisão

Outra importante ferramenta presente no mercado é o mapeamento de fertilidade do solo. Este sistema é oferecido por diversas empresas no mercado, inclusive algumas cooperativas agrícolas. Um exemplo, é a COAMO Cooperativa Agroindustrial, que possui um sistema de agricultura de precisão disponível aos seus cooperados com um grid amostral de 1 ou 2 hectares.

As amostras obtidas neste sistema podem ser:

  • Simples

Avaliação de macronutrientes e enxofre de 0 a 20 centímetros;

  • Compostas

Avaliação de macronutrientes, micronutrientes e enxofre de 0 a 20 centímetros, avaliação granulométrica e macronutriente de 0 a 40 centímetros e 20 a 40 centímetros, respectivamente.

Além disso, esse sistema leva em consideração os teores de argila de cada amostra, o que favorece a precisão na recomendação dos teores de fósforo e calcário.

O sistema de mapeamento de fertilidade permite a adubação em taxas variáveis, evitando a adubação excessiva em áreas onde não há necessidade.

Correções de relevo

As perdas por erosão foram responsáveis por inúmeros estudos que mudaram a agricultura nos últimos anos, principalmente com a adoção do plantio direto e outras formas de cultivo que não expusessem excessivamente o solo às intempéries climáticas.

Porém, alterações naturais de relevo ainda exigem correções, como o terraceamento e nivelamento do solo, para minimizar a erodibilidade do solo com conseqüente perda de nutrientes e assoreamento de rios.

O sistema Trimble Water Management oferece correção de micro-relevo e construção de terraços com piloto automático.

Utilizando a tecnologia de precisão RTK, as taipas são posicionadas adequadamente respeitando as pendentes naturais do relevo. Dessa maneira, o sistema consegue gerar:

  • menor movimentação de terra
  • menor gasto de combustível
  • após concluída a operação, as lâminas de água se distribuem uniformemente no solo, favorecendo sua conservação.
agricultura de precisão

Mapeamento de Nematóides

Os nematóides são um dos principais problemas existentes na agricultura. Presentes no solo, estes parasitas entram nos vasos condutores das plantas e impedem a correta absorção nutricional, reduzindo significativamente a produtividade, além de serem de difícil detecção a campo.

A SGS Unigeo oferece um sistema de mapeamento georreferenciado, que permite o acompanhamento das infestações ao longos das safras e as medidas de solução mais adequadas para cada área mapeada de forma que os níveis de danos econômicos permaneçam o mais baixo possível.

mapeamento de nematoide
Descubra quais capins ensilar e suas vantagens nutricionais
8 tecnologias que mudaram as atividades no campo
Descubra como produzir silagem de milho com qualidade
MAIS PUBLICAÇÕES