Solo Fértil

Solo Fértil: saiba tudo sobre esse tema

Confira, a seguir, os principais conceitos de solo fértil, sua importância para a agricultura e como analisar os indicadores do solo para descobrir se ele é fértil ou não.

Cuidar da própria terra e fazê-la gerar frutos não é fácil. São muitos os agricultores que sabem disso e passam por situações complexas para escolher o solo certo para o plantio.

Esse tipo de dificuldade surge quando o produtor não sabe analisar se o solo é fértil (ou não) para iniciar a sua plantação. Então, sabendo dessa dificuldade — pois realmente é um assunto complicado —, reunimos algumas informações sobre o tema. 

O que é um solo fértil?

O solo fértil é um solo rico em nutrientes e microorganismos benéficos para as plantas. Estes componentes são fundamentais para auxiliar no desenvolvimento, crescimento e produtividade da lavoura.

O solo é um elemento fundamental para sustentar toda a operação agrícola. E, entre outros fatores, será sua qualidade que determinará o futuro de qualquer cultivo. 

Além disso, o solo fértil pode promover maior resistência a doenças, às plantas daninhas e a insetos.

Quais são os tipos de solo fértil?

Após termos entendido o que é um solo fértil, podemos definir os tipos de solos férteis. A seguir, você irá compreender um pouco melhor sobre cada solo fértil existente, tanto no Brasil quanto no mundo. Veja! 

Terra Vermelha 

O solo de terra vermelha, cientificamente chamado de latossolos vermelhos, está presente no interior de São Paulo (grande produtor de café e cana-de-açúcar), no Sul e Centro-Oeste do Brasil. Esse solo é riquíssimo em ferro, por conta de sua decomposição de basalto.

Massapê 

O solo massapé é um solo argiloso e bastante escuro, de coloração quase preta. Ele está presente no Nordeste, mais precisamente na Bahia (Recôncavo Baiano). Esse tipo de solo é utilizado, principalmente, na produção de cana-de-açúcar e café.

Uma característica marcante deste tipo de solo fértil é que, na época de chuvas, o massapé apresenta consistência pegajosa e, no período de seca, ele enrijece. 

Tchernozion

O solo tchernozion é encontrado na Argentina e na Ucrânia. Trata-se de um solo escuro com grande concentração de matéria orgânica. Esse solo fértil é utilizado, principalmente, para o cultivo de trigo.

Loess 

O solo loess compõe 10% dos solos do planeta e é encontrado na região da Eurásia (Europa + Ásia), tanto na Holanda e França, quanto na China. É um solo amarelado e sua formação é decorrente da ação do vento, que traz consigo grãos minúsculos de cálcio, argila, feldspato, quartzo e outros minerais. 

Ele é utilizado, principalmente, para a produção de arroz.

O que fazer para tornar o solo fértil?

O produtor pode se deparar, em algum momento, com um solo infértil e precisará agir em prol de tornar a terra produtiva para a plantação desejada. Portanto, a seguir, mostraremos alguns procedimentos para auxiliá-lo nessa questão.

Primeiramente, é necessário fazer uma análise da terra por amostragem do solo para verificar se há algum déficit nutricional nela. Feito isso, será necessário verificar os seguintes indicadores:

  • Físicos (densidade, porosidade, textura, compactação, etc);
  • Químicos (pH, capacidade da troca de cátions, salinidade, etc);
  • Biológicos (matéria orgânica, diversidade de microrganismos, atividade microbiológica, etc).

Em seguida, será necessário escolher a técnica que melhor se encaixa com as necessidades daquele solo. Dentre elas, podemos destacar:

  • A aplicação de adubo orgânico ou mineral, caso o solo possua baixo nível de nutrientes;
  • A alternância do cultivo (ou rotação de culturas) com o plantio de leguminosas;
  • A utilização da irrigação para evitar salinização excessiva do solo em regiões com altos índices de evaporação;
  • A minhocultura (utilização de minhocas para auxiliar na fertilização do solo).

Essas informações podem ser usadas apenas como base, nunca se esqueça de contar com a ajuda de um consultor agrônomo para analisar qualquer situação e também tomar alguma decisão para a sua plantação.

Podemos concluir, então, que a análise do solo para verificar a sua fertilidade é extremamente importante para realizar o plantio em solos férteis. Dessa forma, é possível melhorar o desenvolvimento de suas culturas e obter produtos finais satisfatórios. 

Se você gostou do nosso artigo, recomendamos que se aprofunde no tema e aprenda mais sobre os fungos e bactérias que podem estar presentes no solo para que, dessa forma, você consiga manter a qualidade do solo e fortaleça sua produção!

Quer receber mais conteúdos como esse gratuitamente?

Cadastre-se para receber os nossos conteúdos por e-mail.

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.