reguladores de crescimento para lavouras

Entenda a importância dos reguladores de crescimento para a sua produção

Quando vemos culturas com plantas de grande tamanho, geralmente, deduzimos que são cultivos saudáveis. Entretanto, o crescimento excessivo das plantas pode causar diversos prejuízos às plantações, desde a diminuição da qualidade dos frutos até mesmo a perda considerável da produtividade.

Para evitar esses danos, são utilizados os reguladores de crescimento, que permitem que a planta tenha um tamanho mais funcional e adequado à sua lavoura. Para saber mais sobre a função desses reguladores, assim como sua importância, a forma de utilizar e os cuidados necessários na sua aplicação, continue a leitura do nosso artigo!

O que são os reguladores de crescimento?

Os reguladores de crescimento ou fitorreguladores são substâncias sintéticas que interferem no balanço hormonal dos cultivos, permitindo controlar o tamanho das plantas. De forma técnica, isso ocorre porque esses reguladores inibem a produção e a movimentação do hormônio giberelina.

Basicamente, em condições favoráveis e adequada disponibilidade de nutrientes, uma planta pode crescer de forma excessiva. Quando isso acontece, ela pode trazer muitos prejuízos para as plantações, como por exemplo um ciclo muito longo, o apodrecimento dos frutos e, consequentemente, a perda da produtividade.

Portanto, as moléculas dos reguladores de crescimento conseguem reduzir a altura das plantas e o comprimento dos ramos, permitindo facilitar o manejo, os tratos culturais e a colheita. Além disso, o uso desses reguladores permite aumentar os rendimentos das plantações.

Qual a importância dos reguladores de crescimento?

Usar os reguladores de crescimento pode trazer muitos benefícios para as plantações. Isso acontece pois, com a utilização dessas substâncias, as plantas ficam mais compactas e, dessa forma, mais eficientes na produção.

Além de reduzir a altura das plantas, a aplicação desses reguladores nas culturas também possibilita reduzir o comprimento dos ramos. Além disso, seu uso permite maior retenção de frutos, assim como uniformidade na abertura dos frutos e maior equilíbrio entre as partes vegetativas e reprodutivas da planta.

Outra vantagem do seu uso é a melhora da qualidade dos frutos e flores, através da redução de impurezas, como galhos, folhas e cascas dos ramos. Nisso, a quantidade de frutos danificados também diminui, assim como o número de folhas no momento da colheita.

Por fim, utilizar esses reguladores permite um melhor controle de pragas nas plantações. Por conta desses fatores, o uso de reguladores de crescimento é uma estratégia agronômica que pode contribuir para o aumento da produtividade nas colheitas.

Como utilizar os reguladores de crescimento?

Para a aplicação dos reguladores de crescimento nas plantações, deve ser feita uma análise criteriosa de todos os fatores que estão comprometendo o desenvolvimento do cultivo. Além disso, é necessário o monitoramento frequente das plantas nesse processo.

O uso do regulador depende das peculiaridades de cada planta, podendo ter fatores em comum ou não. Geralmente, o intervalo entre uma aplicação e outra não deve passar de 14 dias, em condições favoráveis.

Vamos exemplificar a seguir alguns pontos na utilização dos reguladores de crescimento no cultivo de algodão, que pode servir como base para outras culturas.

Nesse exemplo, a primeira aplicação deve ser feita no período entre o aparecimento dos primeiros botões das flores e as primeiras flores. Porém, é necessário fazer a aplicação também em plantas que ainda não iniciaram o florescimento, mas já estão com altura igual ou superior a 45 cm. Isso acontece porque, nesse caso, é provável que a planta venha a ter um crescimento excessivo.

Após isso, as próximas aplicações devem ser realizadas quando as plantas voltarem a crescer, respeitando o intervalo citado de 14 dias. Em relação ao esquema de parcelamento, pode ser feito: 10 + 20 + 30 + 40% da dose total.

Por fim, deve ser evitado ao máximo misturas complexas como inseticidas + fungicidas + adubo + regulador de crescimento, pois essas combinações podem comprometer o efeito do regulador. Seja qual for a plantação, fique atento aos cuidados necessários na utilização de reguladores de crescimento nos cultivos da sua propriedade.

Principais cuidados no uso de reguladores de crescimento

Alguns cuidados devem ser tomados no momento da tomada de decisão sobre a aplicação dos reguladores de crescimento nas plantações. Confira abaixo:

Atenção à quantidade da dose utilizada 

Tenha cuidado com a quantidade da dose de regulador que as plantas irão receber, pois ela não deve ser igual em todos os casos. Por exemplo, plantas de porte alto recebem diferentes doses de plantas de porte baixo. Além disso, saiba que o momento de iniciar as aplicações também muda conforme o tamanho do cultivo.

Saiba a melhor forma de fazer a aplicação

Saber como fazer a aplicação dos reguladores de crescimento da forma correta é muito importante para ter bons resultados. O recomendado é que a aplicação seja feita de forma sequencial, ou seja, parcial, para maior efeito nas plantações.

Além disso, avalie se as plantas estão sofrendo algum tipo de estresse, como por exemplo o uso de herbicidas, que pode reduzir a taxa de crescimento das plantas. Nesses casos, é melhor aplicar os reguladores só depois de retirar o produto que está prejudicando a planta.

Fique atento à época de aplicação

A primeira utilização do regulador de crescimento também tem um papel muito importante no sucesso do resultado final. Portanto, para saber o momento correto da primeira aplicação, observe a taxa de crescimento das plantas, assim como a disponibilidade de nutrientes do solo e as condições climáticas do local.

É importante ressaltar que, quando a semeadura é feita tardiamente, a tendência é que as plantas tenham maior porte. Com isso, os efeitos do regulador podem ser diferentes, o que exige uma atenção especial no monitoramento do cultivo.

Utilizar os reguladores de crescimento é fundamental, pois pode evitar com que perdas e danos sejam feitos na sua propriedade devido ao tamanho excessivo das plantas. Dessa forma, siga nossas dicas para que sua plantação seja sempre produtiva. Para manter sua cultura sempre saudável, também leia nosso conteúdo sobre fertilizantes e entenda tudo sobre esse produto tão importante para a sua plantação!

Quer receber mais conteúdos como esse gratuitamente?

Cadastre-se para receber os nossos conteúdos por e-mail.

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.